O Caso do Chaveiro Revoltado – Cookies de florzinha com creme de avelãs

To tentando há algumas semanas atualizar esse bloguinho, mas a vida, essa zombeteira, anda me pregando peças, e o meu cronograma milimetricamente calculado acaba indo pro espaço mais vezes do que eu gostaria. O caos, o caos.

Essa vida adulta #classemédiasofre é mesmo uma caixinha de surpresas: microondas quebra, faxineira falta, filha tem febre, pneu fura, tipo banco imobiliário, quando você acha que vai comprar a Avenida Atlantica  e vem a cartinha do revés e te manda voltar 3 casas pra trás.

Mas o cúmulo da azarice me ocorreu há alguns dias. Explico: me mudei pra um apartamento véio, porém de cozinha grande, cuja maçaneta da porta de entrada não gira pelo lado de fora. Ou seja, bateu a porta sem a chave, já era. E lógico que chegou o dia em que me tranquei pra fora de casa, num ensolarado domingo à tarde, apenas munida de meu celular.

Liguei para o primeiro site de chaveiro 24horas que encontrei, e o moço diz que me custaria R$150,00 para vir abrir minha porta. Nesse momento rapidamente me despedi com um “ok, muito obrigada então, tchau” e apressadamente desliguei o telefone para procurar outro chaveiro. Segundos depois, o mesmo rapaz retorna a ligação, muito, mas muito, mas muito bravo mesmo: “a senhora é muto mal-educada, não deixa nem a gente terminar de falar, eu ia dizer que para fechadura SIMPRES é 100 reais.”
No que eu respondo então que 100,00 não estava bom pra mim mesmo assim, muito obrigada novamente, fica pra uma próxima, etc, muito boa tarde e tchau.

Recebo então o seguinte SMS: GROSSA MAL EDUCADA IDIOTA.

Sim, era o chaveiro revoltado. De todo os chaveiros de São Paulo, fui parar justo no que tem problemas de gerenciamento de raiva. Então, além de estar trancada pra fora de casa ao invés de estar dormindo no meu sofá, sou xingada de IDIOTA. Aqueles momentos da vida em que você procura a câmera escondida, porque só pode ser pegadinha do Mallandro.

Enfim, toda essa prosaica história foi contada para que eu pudesse oferecer essas lindas flores (de biscoito) para o Nei, o simpático chaveiro que veio me salvar e cobrou a módica e justa quantia de cinquenta Dilmas – e se você um dia ficar trancado pra fora de casa em Higienópolis, Perdizes, Barra Funda e região, recomendo viu? Segue o link do Nei.

Cookies de florzinha com creme de avelãs

A receita é bem simplezinha, e as fotos estão meia boca, mas ficaram gostosos e fofos esses biscoitinhos – dá pra usar qualquer massinha de torta que você já esteja acostumado a fazer e o recheio também vai da escolha do freguês. Sugestões: geléia de frutas, brigadeiro, doce de leite, creme de confeiteiro, ganache, caramelo… o que a sua gula mandar.

Para a massa:

  •  1 receita de massa de biscoitos amanteigados (a sugestão é essa ou essa)

Para o recheio

  • 1 pote grande de creme de avelãs (usei Nutella)

Material:

  •  Forma para mini cupcakes
  • Cortador de flor de aproximadamente 8cm

Prepare a massa.

Aqueça o forno a 180 graus.

Numa superfície polvilhada com farinha de trigo, abra a massa com um pouco menos de 0,5cm de espessura.

Corte as flores e coloque cada uma numa cavidade da forma para minicupcakes, com cuidado, pressionando o meio para encaixar bem, deixando sempre uma vazia entre uma e outra. Abaixe as pétalas delicadamente, assim ó:

Fure o fundo de cada uma com um garfo, para não inchar.

Leve ao forno por mais ou menos 15 minutos, ou até dourarem levemente. Deixe amornar e tire as florzinhas com cuidado da forma. Deixe esfriar completamente para rechear.

Para colocar o recheio usei um bico de confeitar pitanga médio. O rendimento é de mais ou menos 20 florzinhas.

About these ads

Comments

  1. Paula querida, muita, mas muita saudade de vc, do seu humor despretencioso, da sua inteligencia…. bjus

  2. Essa história é de chorar mesmo… Sei da sua dor porque já vivi várias situações. A pior de todas com o meu carro antigo, que também tinha um jeito de trancar mesmo sem chave. Deixei a chave no contato e me tranquei para fora. Chamei o primeiro chaveiro, ele não tinha um modelo parecido com o meu… Quando chamei o 2o, a rua inteira já estava sabendo do caso. Ou seja, não podia sair de perto do carro porque qualquer um já sabia que a chave estava lá. bastava quebrar a janela para levar um carro de presente (roubado, é claro). O 2o nao resolveu, chamei um terceiro. Que também não resolveu (o carro era japonês e pouco conhecido, ninguém tinha ferramentar para abrir aquele sistema). Resumo… passei umas 4h sentada na calçada esperando alguém da família chegar em casa para pegar a chave reserva na gaveta e trazer até onde eu estava! Que beleza… As florzinhas estão lindas. Fiquei com vontade de fazer! Alguma alternativa para quem não tem a mini-forma de cupcacke?

  3. Ai, gente! essa história do chaveiro me faz rolar por horas a fio!
    “cosas que te pasan si estás vivo” diria Ricardo Liniers.
    Beijo, sua lynda!

  4. Sensacional! Uma idéia boa para festinhas em casa…Vou fazer!

    http://labculinario.com/

  5. AAAaaaaahahaha ri muito! Não do seu momento de raiva, mas da sms dele, que coisa mais infantil, hahahahaha! Chorei de rir! Você não tem uma pessoa de confiança que more relativamente perto para deixar uma cópia? Aqui em casa é igual e recorremos à minha avó que mora a 3 quadras (já fui até lá de camisola, sorte que era daquelas que “se confundem” com roupa de casa). Adorei a ideia dos biscoitos, teria feito ontem, até, mas optei por uma receita desastrosa de cookie que vi e ficaram uma barra de açúcar! Da próxima farei esses biscoitinhos em forminhas de empada, acho que funciona também, né! Não tenho essa forma de mini cupcake! Abraço e obrigada pela atualização, achei que tinha acontecido algo, sorte que você deixou ali o logo da página do FB.
    Flávia

  6. Que história maluca mas muito engraçada. Sei que pra você não teve graça mas desculpa to até agira rindo da situação. Como diria minha avó ” Tem dia que é noite” rs
    Amei a idéia de usar as forma de cupcake para modelar biscoitos, vou fazer com certeza! Bjs e muita boa sorte pra você.

  7. Olá, ficaram lindos.Devem estar deliciosos também.Adorei a idéia.Um presentinho bem charmoso para mimar a quem amamos.Beijos e uma semana abençoada.

  8. Ficaram lindas!! Adorei a técnica :)

  9. Ah! Mais uma que tem a vida comandada pelas cartas ingratas do Banco Imobiliário! Eu, por aqui, me comparo com uma partida de Jogo da Vida… tenho repetido isso há dias… Quando vc acha que já encerrou uma etapa, acontece algo e lá está a carta “maledeta” dizendo: Volte ao ponto de partida…

    Força ai companheira de jogatina!

  10. Sônia Maria Righetto says:

    Excelente idéia!
    Descobri seu Blog neste instante e ficarei assídua^.
    Você da aulas?
    Abraço,
    Sônia

  11. É, tem dias que a gente nem imagina porque nos acontecem tantos e tantos reveses, ainda bem que passam!!
    Amei a ideia dos biscoitos assados assim! Vou fazer!
    Beijos!

  12. Adoro receber seus e-mails, sempre com receitas ótimas e histórias bem humoradas. Faz tempo q s mensagens sumiram, achei q não iria recebe-las mais. Continue sempre assim, mesmo q encontre coisas ou pessoas difíceis na vida, sorria e faça seus lindos cookies de florzinhas. Isto ocorre porque vc tem flores em seu coração. Muito amor e luz para você, sempre. bjs

  13. Queria te parabenizar pelas delícias e belezas que compartilha com a gente! Acompanho há algum tempo seu trabalho e hoje fiquei realmente surpresa com esta técnica! Sou formada em tecnologia mas amo fazer essas travessuras na cozinha! Já estou até imaginando a carinha da minha princesa ao ver essas florzinhas! Obrigada, novamente…

  14. Hahahahahahhaha!!!! Que história! Seria cômica se não fosse trágica…
    Lindos os cookies! Ah, fiz a sua receita de biscoito decorado. Ficou ótemo! E o melhor é que eu usei adoçante – ficou (um pouquinho) mais light… hehehe :) Minha decoração é que ainda está deixando a desejar… Mas um dia eu chego lá!
    Beijo! E mais sorte com as chaves…

  15. Essa história toda lhe rendeu lindos cookies! Vou tentar fazer também essa receita um dia!!! Ficaram fofos!!!

  16. Luciana Betenson says:

    HAHAHAHAHAAAAA! Tô rindo agora, mas acho que na hora ia mesmo chorar :-) Saudades dos posts e de você também. Beijos!

  17. fernanda.domtb@terra.com.br says:

    ahahaha…..ri muito!!!!e ficaram lindos os cookies….bjs… ah….fiz o bolo de kit kat e mms….no dia dos pais…tds amaram….ficou lindo e delicioso…segue a foto…e obrigada pelas dicas….bjs…. On Seg 10/09/12 17:38 , The Cookie Shop comment-reply@wordpress.com sent: thecookieshop publicou: ” To tentando há algumas semanas atualizar esse bloguinho, mas a vida, essa zombeteira, anda me pregando peças, e o meu cronograma milimetricamente calculado acaba indo pro espaço mais vezes do que eu gostaria. O caos, o caos. Essa vida adulta #cl”

  18. Lendo sua tragica/comica historia dei boas risadas, li em casa no jantar e todos acharam muito bem escrito e divertido e também li em um núcleo de criação que também teve a mesma reação!!
    Parabéns por escrever tão agradalvemente e ainda colocar uma imagem tão apetitosa e bonita!!

  19. Andrea - Sweet and Saucy says:

    Amei a sua saga com o chaveiro descompensado! Adoraria ver a cara do dito cujo se soubesse que deixou de ganhar um mimo tão lindo e delicioso só porque eh grosso e explorador. Ah, como se não bastasse, tb eh bem burro! Sem clientes, sem Dilmas na carteira… Hahahaha

  20. KKKKKKK, foi engraçado, mas ninguém merece. E viva o Nei =) Chega de gente grossa no mundo!!!!

  21. Seu blog é maravilhoso!! Obrigada por compartilhar idéias e receitas…
    Quanto ao recheio, poderia ser um outro como brigadeiro??Pois o preço da Nutella por aqui esta um pouco salgado!! eheheh…

  22. Oi Paula, você me fez rir com essa história do chaveiro revoltado, rs. Sorte que você não precisou mesmo recorrer aos serviços dele, imagina só o que seria!
    Essas flores estão uma graça, vão já para minha lista de ” quero/preciso” fazer.
    Abraço

  23. Rir para não chorar Paulinha! a vida é assim mesmo…ninguém prometeu que seria fácil, mas como viu, vc tira de letra os percalços da vida…Vim parar por aqui, pois estou sem confeiteira há 20 dias e depois de 6 anos volto a labuta 100%….Estou com uma panela de abóbora virando doce no fogo e fiquei na dúvida da quantidade de açúcar….o google me trouxe até vc e não pude deixar de ler seu post!
    Parabéns amiga, as portinhas do céu se abriram mais um pouco, depois desta história toda e seu reconhecimento com o bom chaveiro…

  24. Olá, acompanho seu blog a um tempo já, mas nunca comentei. Recebi uma encomenda pra novembro e surgiram algumas dúvidas e não consegui pensar em ninguém melhor do que você pra perguntar. Um bolo de dois andares coberto com pasta americana precisa de um suporte entre os andares? Tem risco do bolo desmoronar caso não use? Posso molhar um pouquinho o bolo sem medo de afundar tudo? Desculpe te bombardear com tantas perguntas mas to em pânico e seu trabalho é tão perfeito e profissional que resolvi arriscar.
    Beijos e muito sucesso!

  25. Tem como vc preparar a receita dessa massa de florzinha, por aqui onde moro não encontramos essas massas prontas pra comparar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.071 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: