Pipoca doce caramelada (sem pipoqueira)

IMG_3989

 

Outro dia fui comprar um saquinho de pipoca na porta da escola da filha e, já com o saquinho na mão, perguntei quanto era, caçando as moedinhas dentro da bolsa. A resposta: CINCO REAIS SINHÓRA.

Oi? Cinco reais por um saquinho de pipoca murcha? Os pipoqueiros agora passam cartão de crédito? A pipoca é “gourmet”?

Ontem mesmo fui almoçar com uma amiga numa ~boulangerie~ chic na Vila Madalena. Pedi um crepe com salada de rúcula, nada baratinho. Quando o prato chegou, SURPRESA! O crepe meio borrachento e a salada de rúcula era uma mini cumbuquinha com cerca de 8 folhas pequenas e umas raspinhas de queijo. Cerca não, eram 8 mesmo, porque eu contei.

Olha gente, não sei se eu tô ficando velha, se é a copa do mundo ou se é o fim dos tempos mas se vão me enfiar a faca pra comer alguma coisa (nada contra) tem que ser uma delícia maravilhosa acompanhada de uma salada com uma quantidade de folhas que eu não consiga contar a olho nu.

Por isso que eu tô preferindo fazer as coisas em casa mesmo que ganho mais. E pra você também nunca mais depender do pipoqueiro ladrão, vai aí minha receita de pipoca doce – se quiser botar aquele corantinho vermelho pra ficar mais realista vai fundo.

Pipoca Doce Caramelada (sem pipoqueira)

Essa pipoca não tem muita receita, e eu faço meio de olho mesmo igual minha mãe me ensinou. Pra facilitar medi tudo da última vez que fiz pra poder publicar aqui. Se quiser pode colocar uma colherona cheia de achocolatado junto com o açúcar para ficar com o sabor trash da infância.

  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 1 xícara de café de milho de pipoca
  • 1/2 xícara de açúcar (pode ser refinado, cristal ou demerara)
  • 1 pitada gorda de sal

Numa panela antiaderente bem grandona coloque o óleo e o milho. Tampe e estoure a pipoca normalmente em fogo médio.

Quando a pipoca tiver estourado completamente coloque o açúcar e o sal – se a panela estiver muito cheia tire um pouco da pipoca antes. Quando o açúcar começar a derreter abaixe o fogo e misture com uma colher de pau para envolver as pipocas no caramelo.  Essa parte é rápida e não pode bobear, se o caramelo ficar muito escuro a pipoca fica amarga – preste atenção, porque o açúcar continua cozinhando um tempo depois que a gente desliga o fogo.

Coloque a pipoca numa assadeira grande ou numa tigela resistente ao calor e termine de espalhar o caramelo com uma espátula ou colher de pau – CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR, caramelo é um perigo.

Deixe esfriar, sirva e dê uma banana pro pipoqueiro.IMG_3975

 

Fique ligadinho, voltamos já já…

Minhazamigas, estou resolvendo uns probleminhas fora da cozinha, mas volto logo, logo.

Pra quem quiser informações sobre os cursos de biscoitos decorados, é só dar um pulinho na nossa página no Facebook, ok?

Um beijo e até breve!

Paula

Feliz Dia dos Pais!

modelo: Paula Simões

Aos bigodugos, sem bigode, com cabelo, sem cabelo, altos, baixos, magros, gordinhos, engravatados, descontraídos, brincalhões ou sérios, um feliz dia dos pais!

Aula de Biscoitos Decorados para o Dia dos Namorados

Oi gente! Só passando para avisar que, atendendo a pedidos, estou abrindo uma turma de BISCOITOS DECORADOS PARA DIA DOS NAMORADOS.

A aula acontecerá no próximo dia 31 de maio na The Cake is on the Table, e as vagas são limitadas. Lá você vai aprender:

- A massa ideal para biscoitos decorados: como fazer, abrir,cortar e assar;

- Como montar biscoitos no palito;

- Glacê real: como tingir e atingir a consistência ideal para decorar;

- técnica “wet on wet” para fazer poás e listras

Aula prática.

Maiores informações:

The Cake is on the Table

tel: 11 2371-1640

Feliz Ano Novo! – Torta de marzipã e chocolate

Feliz ano novo, pessoal!!

Depois da comilança e de tanta festa, chegou janeiro, aquele famigerado mês que todos temem, já que é carregado de expectativas… Início de dieta, matrícula na academia, médicos e exames gerais marcados e mais todas aquelas coisinhas que a gente foi deixando pra depois.

No meu caso, o ano começou com uma feliz e contente espera de 3h30 num Poupa Tempo qualquer (perceba a ironia – gastar 3h30 no “Poupa Tempo”, róóóólo de rir, #NOT) para renovar minha carteira de motorista.

Só me resta lembrar com saudade dos dias felizes de dezembro e seus doces maravilhosos… *suspira*

Torta de Marzipã e Chocolate – de Xan Xan Chocolates (rende 1 torta de 25 cm)

Minha amiga Maria Pia falou bastante dessa torta, e meu marido chocolateiro foi lá e inventou essa receita.

Foi uma das sobremesas feitas para o reveillon (depois posto outras) e, certamente, foi uma das mais memoráveis – bem simples de fazer e com um efeito de cair o queixo da galera. Totalmente chic.

Ingredientes

  • 1 receita de marzipã caseiro, ou 300g de marzipã pronto
  • 200g de chocolate amargo (usamos 70% de cacau) picadinho
  • 200g de chocolate ao leite picadinho
  • 200g de creme de leite fresco, aquecido até ficar morninho
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal
  • 1 colher de sopa de glucose

Para a glaçagem de chocolate amargo

  • 85g de manteiga sem sal
  • 170g de chocolate amargo picadinho
  • 2 colheres de chá de glucose

Reserve uma forma de torta de findo removível de 25cm de diâmetro.

Numa superfície polvilhada com açúcar de confeiteiro, abra o marzipã com um rolo, polvilhando também a massa e o rolo com açúcar de confeiteiro para não grudar.

Acomode o marzipã na forma de torta, pressionando um pouquinho no fundo e laterais para formar a “massa”. Reserve.

Em banho-maria, ou no microondas (em intervalos de 30 segundos), derreta os dois chocolates, mexendo sempre e tomando cuidado para não cair água.

Junte a manteiga, o creme de leite, a glucose e a manteiga e misture muito bem com um batedor de arame, até ficar homogêneo. Cuidado para não bater demais, senão o ganache pode separar.

Despeje o ganache no fundo da torta já preparado e leve para gelar enquanto faz a glaçagem.

Derreta o chocolate e a manteiga juntos (no microondas ou no banho maria). Misture bem com uma espátula de silicone até ficar brilhante e bem homogêneo. Junte a glucose e misture mais um pouco. Deixe esfriar por 5 minutos e despeje sobre o ganache – a glaçagem deve se espalhar com facilidade e ficar bem lisa e brilhante.

Espere 1h para servir, em temperatura ambiente.

Semana Mesa SP 2010 – O Melhor das Cidades

Funcionava assim: 10 grupos de 70 pessoas tinham 20 minutos para provar as delícias de 18 banqueteiros e doceiros, num circuito montado na cozinha da faculdade de Gastronomia do SENAC. Parece uma gincana, né? Mas foi de verdade, e a gente estava lá, com nossa mesinha montada esperando o público chegar.

Fizemos mais de mil unidades de doces, arrumamos direitinho e ficamos esperando o estouro da boiada. Do alto à esquerda, em sentido horário: alfajores no palito; cupcakes de churros, meu marido Alexandre (Xan Xan Chocolates); a mesinha montada nno capricho; brownies de doce de leite; chocolates; eu arrumando o lencinho.

Muita gente bacana passou e trabalhou na Semana Mesa SP deste ano, e foi bem bacana conhecer esse pessoal e provar as delícias que eles sabem fazer.

Do alto, à esquerda, sentido horário: degustação de espumantes, porque ninguém é de ferro; chef Rafael Barros (Opera Ganache); público degustando os alfajores; lindo arranjo do buffet Leopoldo; a banqueteira Benê Ricardo, primeira cozinheira mulher formada pelo Senac; a galera na fila da degustação; copinhos deliciosos de atum com gergelim e guacamole (Buffet Vivi Barros); polentinha frita com calabresa e vinagrete (Buffet Vivi Barros); equipe trabalhando e os deliciosos flatbreads de parmesão  da Divani & Fusco Gastronomia

Além de tanta coisa gostosa, ainda tive o prazer de conhecer a dona dos bem-casados mais saborosos que eu já comi.

Meus vizinhos de evento: os deliciosos bem casados da Célia Bem Casados – maravilhosos, com açúcar no ponto e doce de leite de qualidade. E a simpatia da Célia (e seu maridão e sócio) que adoçaram a minha tarde e fizeram o tempo passar mais depressa.

Quem não foi, perdeu – se der para dar uma passadinha no próximo, eu recomendo.

Obrigada ao SENAC e Revista Prazeres da Mesa pelo convite, foi uma delícia.

 

 

The Cookie Shop na Semana Mesa SP 2010 – SORTEIO ENCERRADO

Quem é ligado em gastronomia deve estar sabendo que rola desde ontem até o dia 29 (sexta-feira) no Senac Santo Amaro a Semana Mesa SP 2010. É um mega evento que reúne chefs brasileiros e “importados”, profissionais da enogastronomia, estudantes e comilões em geral pra debater as novas tendências da cozinha mundial.

O site do Mesa SP explica melhor pra gente:

“A revista e o Senac São Paulo realizam juntos o maior encontro de enogastronomia das Américas. Em 2009, o evento reuniu 124 chefs nacionais e internacionais, um público aproximado de 10 mil pessoas e 82 empresas participantes – entre expositores, patrocinadores e apoiadores. O evento foi dividido em três grandes momentos: Prazeres da Mesa Ao VivoCongresso Mesa TendênciasJantar Beneficente.

Em tempos em que o planeta pede atenção, o evento  em 2010 discutirá um caminho para a gastronomia.

No ano internacional da Biodiversidade nada mais natural que discutir o papel da gastronomia e sua sustentabilidade. Essa é a grande bandeira da edição 2010 da Semana Mesa SP, que ocorrerá de 26 a 29 de outubro, organizado por Prazeres da Mesa e Senac  SP – Campus Santo Amaro. O tema é desafiador e promete boas discussões: “Sustentabilidade – O que a gastronomia pode fazer pelo planeta?”. Na programação, debates e encontros com grandes nomes da gastronomia nacional e internacional.”

E, este ano, o The Cookie Shop vai participar do segmento O Melhor das Cidades do dia 29/10 – 18 banqueteiros, doceiros e fazedores de comidinhas delícia levam o melhor da sua produção, e o público pode provar tudo!

De novo, apelaremos para o site do evento para maiores explicações:

O Melhor das Cidades: o ingresso para o Melhor das Cidades será 1 kg de alimento não perecível que deverá ser trocado por uma senha com seu horário de participação no balcão dentro do evento.

Sobre O Melhor das Cidades: É um dos espaços mais concorridos do evento. Na ampla cozinha do Centro Gastronômico do Senac, o público poderá provar petiscos e comidinhas das diversas regiões do país. No primeiro dia 14 grandes bares oferecerão suas gostosuras mais saborosas. No segundo dia alguns dos melhores restaurantes do Brasil levarão suas especialidades para serem degustadas pelo público presente. E no terceiro dia será a noite dos Banqueteiros, com direito a petiscos salgados e deliciosos doces. Aproveitem!”

Aí, né, eu pentelhei tanto o pessoal da organização do evento, que eles me arrumaram um par de convites para o Prazeres da Mesa Ao Vivo do dia 29, sexta-feira, para sortear pra VOCÊ QUERIDO LEITOR!!!

Para participar do sorteio, deixe um comentário neste post até amanhã, dia 27/10, à meia-noite. O anúncio do vencedor sai na quinta-feira, tá? Atenção: só vale 1 comentário por número de IP.

Sorteio encerrado! E o resultado foi…

Parabéns, Fernanda! A nossa produção entrará em contato com você, tá? (hahaha, sempre quis dizer isso, mas eu te mando um email pra combinarmos a retirada dos convites!)

Serviço:

Semana Mesa SP 2010

Local: Faculdade de Gastronomia Senac – Santo Amaro
Endereço: Av. Eng Eusébio Stevaux, 823 – São Paulo
Telefone: (11) 2678-7080
Data: 26/10/2010 até 29/10/2010
Horário: 25/10 a 29/10 das 9h às 20h.

Site: www.semanamesasp.com.br

1o. Encontro das Doceiras Twitteiras

O que acontece quando um monte de doceiras resolve se reunir?

Fotos: Leilane Borges (veja mais no blog dela!)

O 1o. encontro das Doceiras Twitteiras, no último dia 03 de outubro, foi assim: cheio de troca de informações, mimos, alegria e muuuuitas guloseimas!

Queridas, adorei conhecê-las pessoalmente e espero repetir a dose muito em breve!!!

Um beijo enorme para as queridas:

@bdebolo, @andressasandri, @michelepazocake, @paula_simoes, @sandradias_sp, @mariapiabolos, @deias, @leilaneabo, @queijadinhas, @gabypresente, @giselebolosart, @reprazeres, @docesdalu, @cupdelicious, @fernandasflopes, @renata_cake, @Robertagauss, @VeraFigueiredo, @claudiaaugbolo e @RobertaFloro.

E para as que não puderam ir, esperamos vocês na próxima.

Minha infância (que não tive) na fazenda – Bolo de aipim (ou mandioca)

Vocês não acham o máximo aquelas pessoas que passaram a infância na fazenda, ou no interior? E contam dos deliciosos doces de tacho, pamonhas feitas pelas tias, bolos de fubá e aipim que a avó fazia? E do inesquecível doce de leite feito no fogão de lenha, bem lentamente, que ficava com uma cor linda e um sabor inigualável?

Pois é, eu NÃO sou uma dessas pessoas, infelizmente. Nasci em São Paulo, fui criada na cidade grande, criança de apartamento que só viu galinha viva andando por aí quando foi pro sítio de amigos da família. E ficou HOR-RO-RI-ZA-DA em saber que aquela coisa fofinha e branca estava com o destino selado: seria degolada, o sangue removido e viraria galinha ao molho pardo. Totalmente Dexter.

Minha mãe, que era pessoa PHYNA, preparava doces gostosos, porém práticos, como convém à mulher moderna dos anos 60. Então doce de tacho era quando alguém trazia de viagem, doce de leite era leite condensado cozido na pressão e bolo de aipim… Nunca teve.

No meu imaginário acho que ficou essa lacuna da cozinheira cutucando lenha no fogão de barro e produzindo rústicas delícias em série, então de vez em quando eu encarno a Tia Nastácia e mando ver num doce bem brasileiro, com gostinho de fazenda.

Bolo de Aipim e Coco (adaptado do programa da NAMARIA Braga) – rende 1 bolo redondo de 25 cm

  • 4 ovos, gemas e claras separadas
  • 3 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 xícaras de mandioca (aipim) crua ralada no ralo grosso
  • 1 pitada de sal
  • 4 colheres de sopa de manteiga
  • 100g de coco fresco ralado (pode usar o seco também, de pacotinho)
  • 1 xícara de leite
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Preaqueça o forno a 180°. Unte com manteiga e polvilhe farinha de trigo numa assadeira redonda de 25cm.

Bata bem o açúcar e a manteiga, acrescente as gemas. Acrescente em seguida o coco ralado, a mandioca (aipim), a farinha de trigo e o fermento em pó dissolvido no leite. Bata mais um pouco e acrescente as claras batidas em neve.

Leve para assar por mais ou menos 40 minutos, ou até dourar e um palito sair seco quando espetado no centro do bolo. Deixe amornar e desenforme num prato de servir.

Como jogar um charme sem fazer força – Dia dos Namorados especial

Veja o passo a passo para esses biscoitinhos super mega fáceis de fazer e impressione o seu amor no próximo dia 12!

Lá no Bistrô Pregui…

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.001 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: