Pelado e nu com a mão no bolso – Naked cake de coco e pistache

naked cake coco pistache web

Há três anos recebi um email da minha amiga (também doceira de cupcakes lindos e deliciosos) Claudia me avisando que ia se casar e queria que eu fizesse o bolo.

Mandou no email uma foto de um bolo lindo, sem cobertura, com um andar de rosas verdadeiras intercalando dois andares de bolo. Morri de medo mas topei fazer – ainda não tinha essa moda toda de naked cake, com milhares de tutoriais no Pinterest, então ia ter que dar um jeito de equilibrar aquilo tudo sem nenhum pouquinho de pasta americana para dar um truque.

Sofri, chorei, fiquei sem dormir, comprei milhares de rosas a mais do que precisava de medo de dar tudo errado, mas no fim consegui inventar meu jeito de fazer aquele bolo, que resistiu à viagem de carro na cidade esburacada e deixou a noiva feliz.

O famigerado.

O famigerado.

E os noivos gostaram tanto que agora todo ano eles me pedem um, pequenininho, para comemorar o aniversário de casamento.

Esse ano, para comemorar junto com eles e agradecer a confiança de terem me escolhido para fazer parte de um momento tão legal, resolvi deixar de presente para o casal a receita desse bolo – e vivam os noivos!

Naked Cake de Coco e Pistache (rende 1 bolo de 20cm de diâmetro)

Massa:

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 200g manteiga em temperatura ambiente
  • 2 xícaras de açúcar
  • 4 ovos
  • 100g de coco ralado seco (um pacotinho)
  • 1 xícara de leite

Recheio de Pistache:

  • 2 latas de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite UHT
  • 140g de pistache moído
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal
  • 1 colher de sopa de pasta de pistache (opcional, à venda em lojas de material de confeitaria)

Buttercream

  • 200g de manteiga sem sal
  • 3 claras
  • 3/4 de xícara de açúcar refinado
  • extrato de baunilha

Calda simples

  • 1 xícara de açúcar
  • 2 xícaras de água

Para o bolo

Preaqueça o forno a 180°C. unte e peneire com farinha de trigo 3 formas redondas de 20cm de diâmetro.

Em uma tigela grande, peneire a farinha e o fermento. Misture Bem. Reserve

Bata a manteiga e o açúcar até formar um creme branco e fofo. Junte os ovos, batendo bem a cada adição. Junte o coco ralado e bata para misturar. Junte a mistura de farinha, alternado com o leite (farinha/leite/farinha/leite/farinha).

Divida a massa entre as 3 formas preparadas e asse por mais ou menos 25 minutos. Um palito deve sair seco quando espetado nos bolos. Desenforme morno.

Para o recheio de pistache:

Numa panela média de fundo grosso, misture todos os ingredientes (menos a pasta de pistache) e leve ao fogo baixo até ficar cremoso e desprender do fundo da panela. Retire do fogo e misture a pasta de pistache. Utilize frio.

Para o buttercream:

Numa tigela que possa ir ao banho-maria, misture as claras e o açúcar. Leve ao banho-maria, mexendo sempre, até o açúcar dissolver e a mistura ficar bem quente (se você tiver um termômetro, a temperatura é de 71°C). Bata as claras na batedeira até ficarem brancas e fofas, como marshmallow, e esfriarem completamente (leva mais de 10 minutos, então, paciência!). Não pode estar nem morninha, senão não dá certo.

Quando estiver tudo bem frio, com a batedeira ligada, comece a acrescentar os pedacinhos de manteiga, um a um, batendo bem para incorporar a cada adição. Se depois de juntar toda a manteiga a mistura separar ou parecer que “talhou”, continue batendo em velocidade alta, e a cobertura deverá emulsionar novamente. Bata até virar um creme espesso, uniforme e brilhante.

Para a calda simples:

Leve o açúcar e a água ao fogo, mexendo até dissolver. Utilize frio.

Montagem:

Coloque um dos bolos sobre o prato de servir. Molhe com a calda já fria, sem encharcar. Utilizando uma manga de confeitar e um bico perlê grande faça um contorno no bolo:

naked passo1

Coloque o recheio de pistache numa manga descartável e corte a ponta. Preencha o espaço com o recheio:

naked passo 2

Cubra com mais um bolo, tomando cuidado para não ficar torto. Molhe com mais calda e repita a operação buttercream-recheio. Cubra com o ultimo bolo e molhe com calda.

naked passo 4

Polvilhe açúcar de confeiteiro ou açúcar gelado e decore como preferir. O da Clau desse ano tinha um topo fofo de pasta americana:

Pingüinho <3 Corujinha

Pingüinho <3 Corujinha

Viva o leite condensado! – Docinho de pistache e chocolate branco

Outro dia peguei um debate bem interessante no Twitter – parece que um chef pâtissier francês (ele trabalha e mora aqui no Brasil) andou dando uma entrevista polêmica, dizendo que não existe confeitaria brasileira. Não sei dos detalhes, mas o caso gerou pano pra manga.

Não foi a primeira vez que ouvi isso, gente falando mal de doce brasileiro, dizendo que só tem leite condensado e excesso de açúcar, que o brasileiro não tem paladar, etc etc e tal. Queria muito saber a opinião de vocês – o que vocês acham desse debate?

Eu, particularmente, sou super a favor de um bom leite condensado – inclusive poderia até dizer que quem se recusa a usar esse ingrediente vai perder a oportunidade de produzir coisas deliciosas por puro preconceito.

Docinho de pistache e chocolate branco (rende 30 unidades)

  • 1 lata de leite condensado
  • 100g de pistache triturado
  • 30g de chocolate branco picadinho
  • 1 colher de sobremesa de manteiga
  • chocolate branco ralado para passar os docinhos

Numa panela de fundo grosso (o ideal é que seja uma só para doces), misture o leite condensado, o pistache, a manteiga e os 30g de chocolate branco. Leve ao fogo baixo, mexendo sem parar com uma espátula de borracha ou colher de pau, até a mistura engrossar e soltar do fundo das laterais da panela.

Passe a mistura para um prato fundo untado com manteiga  deixe esfriar completamente. Enrole bolinhas  passe pelo chocolate branco ralado. Coloque em forminhas.

Pode ser conservado em pote tampado na geladeira por até 1 semana.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 768 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: