docinhos

Cupcakes da Princesa

princess cupcakes

Se você veio parar aqui em busca de um cupcake da Bela Adormecida, Branca de Neve, Cinderela ou Lady Di, me desculpe, mas vai ficar para uma outra vez.

Esses lindos bolinhos verdes são uma adaptação do Princesstårta (bolo da princesa), uma receita típica da Suécia. Segundo reza a história, o bolo foi criado na década de 30 pelo autor de livros de culinária Jenny Åkerström, para homenagear as três princesas suecas, Margaretha, Märtha e Astrid. Hoje, o delicioso bolo com camadas de chantilly, creme de baunilha e marzipan é super popular por lá, em aniversários e também nos cafés e docerias.

E por falar em marzipã, hoje seria aniversário da minha mãe, uma verdadeira adoradora do doce de amêndoas.

Ela foi uma mulher forte, independente, que criou e sustentou três filhos pequenos sozinha, depois que meu pai morreu.  Mas também era suave, divertida e minha parceira em muitas aventuras na cozinha.

Como eu, ela adorava um docinho. Se fosse bem bonito e ainda viesse com uma história de princesa, melhor ainda.

Cupcakes da Princesa (rendimento: 5 bolinhos)

Esses bolinhos são como filhos pequenos – dão a maior trabalheira, mas valem muito a pena! Nenhuma das partes envolvidas no preparo (bolo / chantilly/ creme/ calda de rum) são difíceis, o mais complicado foi a montagem e deixar a cobertura bem lisinha.

O marzipã utilizado para cobrir os cupcakes foi feito em casa, e eu prometo postar a receita muito breve, assim que ela for melhor aperfeiçoada. Pode ser feito tranquilamente com marzipã comprado ou, para uma versão menos tradicional, com pasta americana.

Bolinhos de baunilha (adaptada daqui) – pode ser feito com até dois dias de antecedência

  • 3/4 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1 colher de chá rasa de fermento
  • pitada de sal
  • 50g manteiga em temperatura ambiente, cortada em pedacinhos
  • 1 ovo
  • 1/4 xícara de leite
  • gotas de baunilha


1. Preaqueça o forno a 180°C. Coloque 5 forminhas de papel nº0 em uma forma para muffins.

2. Na tigela da batedeira, misture a farinha, açúcar, fermento e sal. Misture bem.

3. Em outra tigela, misture o leite, os ovos e a baunilha. Reserve.

4. Coloque os pedacinhos de manteiga na mistura de farinha e bata em velocidade baixa até virar uma farofa. Os maiores pedaços de manteiga não deverão ser maiores que ervilhas.

5. Com a batedeira ligada, acrescente a mistura de leite aos pouquinhos. Bata somente até ficar homogêneo.

6. Distribua a massa entre as forminhas preparadas. Leve ao forno por mais ou menos 15 minutos, ou até o palito sair seco quando espetado nos bolinhos. Deixe esfriar sobre uma grade antes de proceder com a montagem.

Creme de Confeiteiro – pode ser feito com 1 dia de antecedência

  • 1 xícara de leite
  • 2 gemas
  • 1/4 xícara de açúcar
  • 2 colheres de sopa de maizena
  • essência de baunilha (eu usei 1/2 colher de chá)
  • 1 colher de sopa de manteiga

Numa panela pequena, antiaderente, leve o leite ao fogo até aquecer bem, mas não deixe ferver. Enquanto isso, bata bem as gemas com o açúcar e a maizena, até ficar branquinho.

Misture metade do leite quente com as gemas batidas e mexa bem, até dissolver. Passe tudo para a panela do leite e leve ao fogo médio/ baixo, mexendo sempre, até engrossar. Tire do fogo e misture a manteiga e a baunilha muito bem.

Passe o creme para uma tigelinha e coloque um plástico em contato com a superfície, para não formar película. Deixe esfriar muito bem para utilizar.

Calda de rum – pode ser feito com até uma semana de antecedência e quardado em geladeira

  • 1/4 xícara de água
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de rum

Numa panela pequena, junte a água e o açúcar e leve ao fogo até ferver. Deslique o fogo e junte o rum. Utilize frio.

Para a montagem

  • bolinhos
  • creme de confeiteiro
  • calda de rum
  • 200ml creme de leite fresco
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • geléia de framboesa
  • 400g de marzipan
  • corante verde (bem pouquinho)
  • corante rosa para as florezinhas, ou flores naturais para decorar

princess etapas

Misture o marzipã com uma gotinha de corante comestível verde. Amasse bem para ficar uniforme. se começar a grudar nas mãos, polvilhe um pouco de açúcar de confeiteiro. Reserve embrulhado em plástico para não ressecar.

Corte o topo dos bolinhos para nivelar (figura 1). Retire as forminhas e vire os bolinhos de cabeça para baixo. Corte em quatro camadas finas. Despreze a camada de cima (figura 2).

Bata o creme de leite com o açúcar até formar picos duros (chantilly).

Sobre o pratinho de servir, ou sobre uma rodela de papelão forrada (eu usei fundos de forminhas de tartelettes), monte as camadas, sempre molhando o bolo ligeiramente com a calda:

  • primeiro a geléia, uma camada bem fininha;
  • sobre a geléia, uma colher de chá de chantilly;
  • mais uma camada de bolo molhadinha de calda;
  • uma colher de chá de creme de confeiteiro;
  • uma camada de bolo molhadinha de calda
  • cobrir todo o bolinho com chantilly, deixando o topo bem redondinho (figura 3)

Faça o mesmo com todos os bolinhos e guarde na geladeira enquanto abre o marzipan com um rolo, sobre uma superfície polvilhada com açúcar de confeiteiro. Dá pra ver a espessura na figura 4.

Corte rodelas grandes o suficiente para cobrir cada bolinho. Coloque o marzipan cuidadosamente sobre o cupcake e vá massageando com muito cuidado para formar a “meia esfera”. No começo vai ficar um babado nas pontas, mas é só ir ajeitando com carinho que fica bem lisinho. Corte o excesso com uma faquinha bem afiada.

Transfira para pratos de sobremesa. Polvilhe açúcar de confeiteiro e enfeite com florezinhas de marzipan. São melhores consumidos no dia em que são feitos

princess_cupcakes_stand

Desvendando o segredo do sucesso – bombons de coco com amêndoas

coconut bonbon

Essa é uma daquelas receitas que você olha e pensa: será que vai dar certo? Principalmente, porque na lista de ingredientes você encontra nada mais, nada menos que.. purê de batatas!

Num ato de ousadia e audácia (e como sou sou uma pessoa muito curiosa) resolvi experimentar. As outras pessoas que fizeram esses bombons JURARAM que era uma delícia, e que ficava igualzinho a um certo chocolate industrializado que não citaremos o nome, mas é algo parecido com “Sucesso”, ou “Fama”… 😉 (piadinha válida somente em território brasileiro, uma vez que eu não sei o nome de nenhuma marca de bombom de coco dos outros países de língua portuguesa)

E, sim, meus amigos e amigas, fica excelente. Minto: fica um sucesso!

bombons coco

Bombons de coco (achada em vários lugares da internet) – rende aprox. 20 bombons

  • 1/4 xícara de batatas cozidas, amassadas e passadas em uma peneira, frias
  • 1 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro
  • gotinhas de essência de coco (opcional)
  • 1 a 1 1/2 xícara de coco seco ralado, não adoçado
  • 20 amêndoas cruas (opcional)
  • 300 gramas de chocolate ao leite para banhar
  1. Cozinhe uma batata média descascada e cortada em quatro. Jogue a água fora e volte a batata cozida ao fogo por alguns segundos para secar bem. Amasse ainda quente e passe por uma peneira. Reserve até esfriar.
  2. Numa tigela grande, coloque 1/4 de xícara da batata cozida e 1/2 xícara do açúcar de confeiteiro, assim:

passo_1

3. Vá misturando e vai acontecer o seguinte fenômeno: a batata vai começar a ficar líquida:

passo_24. Continue misturando, até virar uma calda:

passo_35. Junte o restante do açúcar de confeiteiro e misture bem, até ficar uma pasta mais grossa. Talvez você precise de mais açúcar para atingir esse ponto:

passo_46. Agora é só juntar o coco ralado e misturar tudo muito bem. Eu amassei um pouco com as mãos, porque a massa já estava bem densa. Deve ficar em ponto de enrolar.

7. Eu fiz barrinhas com duas colheres de chá da massa, mas pode até abrir e cortar em retêngulos, se quiser. Coloque uma amêndoa sobre cada bombom e aperte um pouco para grudar (nem todas as minhas amêndoas grudaram, então eu tomei cuidado na hora de banhar no chocolate para elas não caírem).

8. Deixe as bolinhas descansando um pouco e derreta/tempere o chocolate. Ou então, use chocolate fracionado, que não precisa temperar, mas não é tão gostoso.

9. Banhe primeiro a parte de baixo dos bombons, segurando com a mão e molhando no chocolate (tipos molhar rosquinha no chá). Deixe escorrer o excesso e coloque sobre uma folha de papel manteiga para secar. Quando as “bundinhas” dos bombons estiverem secas, apóie-os num garfo e deixe cair chocolate sobre os doces para cobrir a parte de cima e laterais. Deixe escorrer o excesso e coloque sobre o papel manteiga até endurecer, em temperatura ambiente.

É tempo de morango…

bombom-morango

É tempo de morango!

E também de férias escolares… E, pela primeira vez na vida, estou vivendo a experiência única de ter a minha filha, de quase dois anos de idade, 24 horas por dia comigo em casa. Ela canta, dança, desenha, brinca, fala, chora, briga, ri, cai e se machuca, tudo ao mesmo tempo. Um verdadeiro turbilhão.

E os morangos são a fruta que ela mais gosta. Eu tinha comprado alguns para fazer esses bombons, mas a danadinha acabou comendo tudo – tive que comprar mais.

A prova do crime

Por isso, começa agora o concurso “VAMOS ENTRETER A HELENINHA”! É isso aí, pessoal! Vamos todos numa só emoção, num só coração, ajudar a Paula (eu) nessa jornada de um mês! Deixem aí nos comentários sugestões de atividades e brincadeiras divertidas para criancinhas sapecas de 1 ano e 10 meses – o melhor comentário ganha uma caixa dos deliciosos cookies com gotas de chocolate exclusivos The Cookie Shop!

Não fique fora dessa – a Heleninha está de férias mas quem ganha é VO-CÊ!

Voltamos agora à nossa programação normal…

Moranguetes (rendimento de 20 bombons, se os morangos forem pequenos)

Esses bombons tem um conceito simples e delicioso – morango coberto em brigadeiro branco e depois banhado no chocolate ao leite – sucesso garantido ou seu dinheiro de volta. São trabalhosos, mas super compensa.

Os morangos precisam ser lavados com cuidado, para não ficar nenhum furinho (senão solta líquido e não dá certo). Como nas caixas de morango os que vêm na parte de cima sempre são imensos, comprei duas caixas e usei só os menores. Os maiores nem preciso dizer quem comeu, né?

Ingredientes

  • 20 morangos pequenos a médios
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 400g de chocolate ao leite para banhar (pode ser fracionado, mas eu prefiro temperar o chocolate “nobre”)
  • um pouco de açúcar

Prepare os morangos

Lave bem e esterilize os morangos. Retire as folhinhas, mas não retire os cabinhos – é preciso evitar qualquer furinho nas frutas, pois o morango solta muito líquido e pode estragar seu bombom. Se o cabinho estiver muito comprido, corte bem rente com uma tesourinha.  Escorra bem e deixe secando sobre um pano num lugar ventilado.

Faça o brigadeiro branco

Unte um prato fundo ou travessa com um pouco de manteiga. Numa panela, junte o leite condensado e a manteiga. Leve ao fogo médio, sempre mexendo, até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe até engrossar e desprender do fundo da panela, mais ou menos uns 10 minutos após a fervura. Se parecer meio mole, não se preocupe, ele endurece um pouco depois de frio. Transfira para o prato untado e deixe esfriar completamente.

E lá vamos nós

Coloque um pouco de açúcar em um pires e deixe preparada uma superfície para apoiar os morangos prontos.

Unte as mãos com um pouquinho de manteiga e retire porções de uma colher de chá do brigadeiro, abra na palma da mão e envolva cada morango completamente. “Molhe” a base de cada doce no açúcar (senão gruda tudo) e reserve.

Prepare uma assadeira grande com papel manteiga. Derreta e tempere o chocolate.

Com todos os morangos “embrulhados”, banhe primeiro a base de cada um no chocolate, repouse no papel manteiga e deixe secar.

Apóie cada doce num garfo e cubra, agora completamente, com o chocolate. Deixe secar novamente. Sirva!

strawberry

1 10 11
%d blogueiros gostam disto: