Uncategorized

Aula de Biscoitos Decorados para o Dia dos Namorados

Oi gente! Só passando para avisar que, atendendo a pedidos, estou abrindo uma turma de BISCOITOS DECORADOS PARA DIA DOS NAMORADOS.

A aula acontecerá no próximo dia 31 de maio na The Cake is on the Table, e as vagas são limitadas. Lá você vai aprender:

– A massa ideal para biscoitos decorados: como fazer, abrir,cortar e assar;

– Como montar biscoitos no palito;

– Glacê real: como tingir e atingir a consistência ideal para decorar;

– técnica “wet on wet” para fazer poás e listras

Aula prática.

Maiores informações:

The Cake is on the Table

tel: 11 2371-1640

Feliz Ano Novo! – Torta de marzipã e chocolate

Feliz ano novo, pessoal!!

Depois da comilança e de tanta festa, chegou janeiro, aquele famigerado mês que todos temem, já que é carregado de expectativas… Início de dieta, matrícula na academia, médicos e exames gerais marcados e mais todas aquelas coisinhas que a gente foi deixando pra depois.

No meu caso, o ano começou com uma feliz e contente espera de 3h30 num Poupa Tempo qualquer (perceba a ironia – gastar 3h30 no “Poupa Tempo”, róóóólo de rir, #NOT) para renovar minha carteira de motorista.

Só me resta lembrar com saudade dos dias felizes de dezembro e seus doces maravilhosos… *suspira*

Torta de Marzipã e Chocolate – de Xan Xan Chocolates (rende 1 torta de 25 cm)

Minha amiga Maria Pia falou bastante dessa torta, e meu marido chocolateiro foi lá e inventou essa receita.

Foi uma das sobremesas feitas para o reveillon (depois posto outras) e, certamente, foi uma das mais memoráveis – bem simples de fazer e com um efeito de cair o queixo da galera. Totalmente chic.

Ingredientes

  • 1 receita de marzipã caseiro, ou 300g de marzipã pronto
  • 200g de chocolate amargo (usamos 70% de cacau) picadinho
  • 200g de chocolate ao leite picadinho
  • 200g de creme de leite fresco, aquecido até ficar morninho
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal
  • 1 colher de sopa de glucose

Para a glaçagem de chocolate amargo

  • 85g de manteiga sem sal
  • 170g de chocolate amargo picadinho
  • 2 colheres de chá de glucose

Reserve uma forma de torta de findo removível de 25cm de diâmetro.

Numa superfície polvilhada com açúcar de confeiteiro, abra o marzipã com um rolo, polvilhando também a massa e o rolo com açúcar de confeiteiro para não grudar.

Acomode o marzipã na forma de torta, pressionando um pouquinho no fundo e laterais para formar a “massa”. Reserve.

Em banho-maria, ou no microondas (em intervalos de 30 segundos), derreta os dois chocolates, mexendo sempre e tomando cuidado para não cair água.

Junte a manteiga, o creme de leite, a glucose e a manteiga e misture muito bem com um batedor de arame, até ficar homogêneo. Cuidado para não bater demais, senão o ganache pode separar.

Despeje o ganache no fundo da torta já preparado e leve para gelar enquanto faz a glaçagem.

Derreta o chocolate e a manteiga juntos (no microondas ou no banho maria). Misture bem com uma espátula de silicone até ficar brilhante e bem homogêneo. Junte a glucose e misture mais um pouco. Deixe esfriar por 5 minutos e despeje sobre o ganache – a glaçagem deve se espalhar com facilidade e ficar bem lisa e brilhante.

Espere 1h para servir, em temperatura ambiente.

Semana Mesa SP 2010 – O Melhor das Cidades

Funcionava assim: 10 grupos de 70 pessoas tinham 20 minutos para provar as delícias de 18 banqueteiros e doceiros, num circuito montado na cozinha da faculdade de Gastronomia do SENAC. Parece uma gincana, né? Mas foi de verdade, e a gente estava lá, com nossa mesinha montada esperando o público chegar.

Fizemos mais de mil unidades de doces, arrumamos direitinho e ficamos esperando o estouro da boiada. Do alto à esquerda, em sentido horário: alfajores no palito; cupcakes de churros, meu marido Alexandre (Xan Xan Chocolates); a mesinha montada nno capricho; brownies de doce de leite; chocolates; eu arrumando o lencinho.

Muita gente bacana passou e trabalhou na Semana Mesa SP deste ano, e foi bem bacana conhecer esse pessoal e provar as delícias que eles sabem fazer.

Do alto, à esquerda, sentido horário: degustação de espumantes, porque ninguém é de ferro; chef Rafael Barros (Opera Ganache); público degustando os alfajores; lindo arranjo do buffet Leopoldo; a banqueteira Benê Ricardo, primeira cozinheira mulher formada pelo Senac; a galera na fila da degustação; copinhos deliciosos de atum com gergelim e guacamole (Buffet Vivi Barros); polentinha frita com calabresa e vinagrete (Buffet Vivi Barros); equipe trabalhando e os deliciosos flatbreads de parmesão  da Divani & Fusco Gastronomia

Além de tanta coisa gostosa, ainda tive o prazer de conhecer a dona dos bem-casados mais saborosos que eu já comi.

Meus vizinhos de evento: os deliciosos bem casados da Célia Bem Casados – maravilhosos, com açúcar no ponto e doce de leite de qualidade. E a simpatia da Célia (e seu maridão e sócio) que adoçaram a minha tarde e fizeram o tempo passar mais depressa.

Quem não foi, perdeu – se der para dar uma passadinha no próximo, eu recomendo.

Obrigada ao SENAC e Revista Prazeres da Mesa pelo convite, foi uma delícia.

 

 

%d blogueiros gostam disto: