Arquivo da tag: brigadeiro

O meu brigadeiro 2.0

Já tem algumas receitas de brigadeiro aqui no blog, mas a verdade é que a experiência desses anos todos e a necessidade de agilizar a produção fazem com que a gente mude algumas coisas, troque de receita e vá adaptando processos para formas mais eficientes de trabalhar.

Esse brigadeiro não é para aqueles que querem um docinho puxa-puxa com gostinho de nescau, com tequinhos que grudam no dente – esse todo mundo sabe fazer, e quem não sabe: 1 lata de leite condensado, 3 colheres de achocolatado, 1 colher de manteiga, fogo médio mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Se quiser aquelas pelota desgraçada que grudam na obturação deixe o fogo alto e vá lutando com o brigadeiro pra ele não queimar. Essa receita pode ter gostinho de infância mas não serve pra vender: açucara e dificilmente mantém o formato redondinho.

Continuar lendo

Brigadeiro trufado de leite ninho

doce leite ninho

Engraçado como algumas coisas viram uma febre, todo mundo fica louco querendo, um monte de gente começa a fazer e depois parece que todo mundo enjoa ao mesmo tempo.

Já era assim antes da internet (o estrogonofe, tomate seco e petit gateau já foram chiquérrimos gente) e agora então a velocidade com que as coisas entram e saem da obsessão das pessoas é vertiginosa. Nem saímos do luto da morte do cupcake e já estão acumulando os corpos do bolo de churros e das paletas mexicanas na pilha dos finados.

Me causou curiosidade uma receita que está na boca do povo faz um tempinho, que é o tal brigadeiro de leite ninho. Já tinha ouvido falar de gente que comia leite ninho de colher quando criança, mas aparentemente eu era a única que a mãe não deixava cometer essa imprudência alimentar, já que deu uma loucura em todo mundo com esse sabor da infância repaginado.

Resolvi entrar nesse bonde do tigrão pra ver qualé, e sabe que fica bom? E que seja eterno enquanto dure esse amor.

Brigadeiro Trufado de Leite Ninho

Rendimento: 25 a 30 unidades

Para o brigadeiro:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite UHT (200g)
  • 4 colheres de sopa de leite em pó instantâneo (precisa ser instantânero para ficar bem lisinho)
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • Mais leite em pó (aproximadamente 1 xícara) ou raspas de chocolate branco para cobrir os docinhos

Para o recheio trufado:

  • 100g de chocolate ao leite picado
  • 100g de chocolate meio amargo picado
  • 100g de creme de leite de caixinha

Prepare o brigadeiro:

Numa panela antiaderente de fundo grosso, misture o leite condensado, o creme de leite e o leite em pó com um batedor de arame fora do fogo. Junte a manteiga e leve ao fogo médio-baixo mexendo sem parar até engrossar e desgrudar do fundo da panela. A consistência é parecida com a de um creme de confeiteiro, daqueles que vão dentro do sonho. Unte um refratário com manteiga e transfira a massa do doce. Cubra com plastico filme aderido a superficie e leve a geladeira. Esse brigadeiro boleia melhor quando gelado.

Prepare o recheio:

Coloque os dois chocolates em uma tigela resistente ao calor e leve ao microondas em potência média-alta para derreter em intervalos de 30 segundos. Quando estiver fluido misture o creme de leite e deixe descansar em temperatura ambiente – o recheio vai tomar consistência de trufa naturalmente, mas se estiver muito calor ou tiver  pressa pode levar um pouco à geladeira.

Faça os docinhos: com uma colherinha de café, faça pequenas porções do recheio trufado e vá colocando sobre um papel manteiga. Tem que ser bem pouquinho senão os brigadeiros ficam muito grandes.

Coloque o leite em pó ou raspas de chocolate branco em um prato fundo. Unte as mãos com manteiga e abra porções do brigadeiro na palma da mão, coloque um pedacinho do recheio e feche a massa branca ao redor. Passe no leite em pó e coloque em forminhas.

Pode ser guardado em recipiente fechado na geladeira por até 1 semana.

leite ninho trufado

E pra quem é fã desse sabor recomendo a receita de sorvete de leite ninho com Nutella no Prato Fundo.

Fazendo mágica – brigadeiro milagroso no banho-maria

Brigadeiro no banho-maria

 

As pessoas de modo geral acham que a vida da doceira é uma coisa fácil e fofa, um mundo cor de rosa que cheira a baunilha e os passarinhos ajudam a gente a decorar os bolos. Tipo a Branca de Neve.

Tanto que uma pergunta que a gente ouve muito é a famigerada: VOCÊ TRABALHA TAMBÉM OU SÓ FAZ DOCE?

Olha, é tudo fofo mesmo, e às vezes cheira a baunilha. E chocolate. Mas o que ninguém imagina é que para a fofura acontecer corre muito sangue, suor e lágrimas por aqui. Ok, talvez não o sangue e lágrimas só de vez em quando, mas tem muito fardo de farinha e açúcar pra carregar, muita embalagem pra comprar, muito trânsito pra pegar e muito, mas MUITO brigadeiro pra mexer.

E todas as vezes que eu tenho que mexer uma panela com 6 receitas de brigadeiro ao mesmo tempo me entrego a uma longa reflexão (longa mesmo, porque dar ponto em 6 receitas de brigadeiro de uma vez demoooooooora pacas): tem que existir um jeito mais fácil de fazer isso, não é possível.

Aí um dia desses, enquanto fazia um pudim, uma lampadinha se acendeu – e se eu colocasse tudo no banho-maria, será que daria certo?

Coincidentemente essa semana apareceu um post na minha timeline do FB de uma colega que faz doce de leite dessa forma – coloca o leite condensado numa forma e assa em no banho-maria, coisa que eu já tinha visto em alguns blogs de países gringos que não tem o costume de usar panela de pressão.

Então fui pra cozinha testar essa idéia – dei uma mexida na receita tradicional do brigadeiro, porque imaginei que como não teria a evaporação normal que acontece no brigadeiro de panela teria de colocar alguma proteína (farinha, gema de ovo ou leite em pó) para ajudar a ficar cremoso. Demorou bastante para dar ponto (ficou 2 horas no forno), mas enquanto isso fiz mil coisas e não fiquei com dor na mão de ficar mexendo o doce na panela, então acredito que tenha sido um EPIC WIN.

Meu amigo Thomaz (tem sempre um espertinho rs) me perguntou se não era mais fácil fazer no microondas. Eu não acho – no microondas dificilmente consegui um ponto perfeito para enrolar e em 80% das vezes o brigadeiro ferveu e sujou todo meu forno. Fora que só dá p fazer uma receita por vez.

Posto aqui então a receita que fiz como teste. Acredito que dê ainda para melhorar alguma coisa, só tempo e prática ajudarão a aperfeiçoar o processo e conto com a colaboração de quem quiser arriscar fazer e postar aqui suas impressões!

Brigadeiro Milagroso no Banho-Maria (versão Beta)

Se quiser dobrar ou triplicar a receita só tome o cuidado da forma não ficar muito cheia de brigadeiro – melhor se for uma forma maior e a massa fique mais espalhada, baixinha na forma, senão pode demorar muito para assar.

  • 1 lata de leite condensado
  • 1/2 caixinha de creme de leite UHT
  • 3 colheres de sopa de chocolate em pó
  • 4 colheres de sopa de leite em pó integral instantâneo (tem que ser esse senão não dá ponto)
  • 1 colher de sopa de manteiga derretida

Aqueça o forno a 200 graus e coloque uma forma com bastante água quente na grade mais baixa do forno. Numa forma redonda misture todos os ingredientes com um fuet. Tampe com papel alumínio e leve ao banho-maria (verifique se a água não está secando).

Depois de 1 hora de forno, abra o papel alumínio e misture bem. Leve ao forno por mais uma hora, repondo a água se necessário.

Ao fim das duas horas verifique se a mistura está pastosa e firme e dê uma boa misturada – a espátula ou fuet deverão deixar um rastro no creme que não se desmancha com facilidade.

Depois de frio fica assim:

IMG_3765

Se for colocar em copinhos ou rechear bolos utilize em temperatura ambiente. Para enrolar leve à geladeira para gelar.

IMG_3838

%d blogueiros gostam disto: