Arquivo da tag: coco

Bolo de Fubá com Coco

Esse foi um bolinho inventado do zero que acabou dando certo mesmo com os ingredientes meio no chute, tudo na intuição, fui colocando lá e tchanam, funcionou.

Foi repetido muitas e muitas vezes por ser tão fácil e gostoso – é sempre um sucesso com as alunas dos cursos na hora do café, e foi um sucesso também no Instagram quando postei pela primeira vez.

Bolo de Fubá com Coco

  • 140g de farinha de trigo
  • 140g de fubá mimoso
  • 250g de açúcar refinado
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 200ml de leite ou leite de coco
  • 200ml de óleo de girassol, milho ou canola
  • 3 ovos grandes
  • 100g de coco ralado
  • açúcar e canela para polvilhar

Unte uma forma de buraco de 20cm com manteiga e farinha. Preaqueça o forno a 180 graus.

Numa tigela misture a farinha, fubá, açúcar, fermento e reserve.

Em outro recipiente misture o leite, óleo e ovos. Despeje os liquidos sobre os secos, junte o coco e misture bem com uma espátula ou fouet.

Passe para a forma preparada e polvilhe açúcar e canela a gosto sobre a massa crua. Leve ao forno por mais ou menos 40 minutos ou até passar no este do palito.

Desenforme morno, quase frio.

Pudim de Cocada

pudim cocada

Faz tempo hein gente? Mas ainda estamos aqui, ainda que bissextamente – é que ando bastante dedicada aos biscoitos decorados, estudando e dando aulas. E também tirei umas feriazinhas porque ninguém é de ferro.

Pra começar mais um ano blogueiro de um jeitinho tranquilo/favorável vai aí uma receita bem facinha de pudim, porém com um fator complicante só pra quem quiser fazer a guarnição de cocada de fita.

Esse pudim foi feito num improviso para aproveitar ingredientes que eu precisava usar e é um pouco diferente, porque ao invés da tradicional medida da lata com leite eu coloquei água. Achei que a textura ficou muito suave e cremosa, lembrando um pouco um flan.

O coco ralado dá aquela separada como se fosse um quindim e acaba formando como se fosse uma cocadinha no fundo. Inclusive dá pra fazer com leite condensado sem lactose, aí o pessoal intolerante pode comer feliz da vida.

Pudim de Cocada (rende 6 porções ou 1 pudim pequeno)

  • 1 lata de leite condensado (com ou sem lactose)
  • 1 medida da lata de água
  • 4 gemas
  • 1/2 pacotinho de coco ralado em flocos (pode usar o coco fino, mas achei que fica mais gostoso com o flocos)
  • essência de baunilha ou de coco (opcional)

Separe 6 ramequins ou uma forma de pudim com 18cm de diâmetro. Unte com manteiga e polvilhe açúcar OU se quiser com calda de caramelo: leve meia xícara de açúcar ao fogo alto numa panela de fundo grosso até derreter e ficar com cor âmbar. Despeje a calda com cuidado no fundo e laterais da forma ou potinhos.

Prepare um banho-maria no forno ligado a 200 graus, colocando água fervendo numa assadeira grande (já dentro do forno) onde caibam os pudins.

Bata no liquidificador o leite condensado, a água e as gemas até misturar bem. Misture o coco ralado no copo do liquidificardor e dê só uma pulsada para misturar. Distribua a massa do pudim entre os ramequins ou coloque tudo na forma maior. Coloque os pudins dentro da assadeira com a água quente e deixe assar por mais ou menos 40 minutos para os pudins menores e 1 hora para o pudim maior, tomando cuidado de completar a água do banho-maria se for secando. Teste com uma faquinha se a lâmina não sai melecada de creme, se sair somente úmida está pronto. A superfície deve estar douradinha.

Deixe esfriar e leve à geladeira de um dia para o outro antes de desenformar.

Para a guarnição de fitas de coco:

  • 1 coco fresco (já compro descascado no hortifruti)
  • 150g de açúcar refinado
  • 300ml de água
  • 1 pedaço de canela em pau (opcional)

Com um descascador de legumes retire fatias finas do coco para formar as fitas. Coloque a água, açúcar e canela numa panela e leve ao fogo. Assim que ferver e dissolver o açúcar, coloque o coco em fitas nessa calda. Baixe o fogo e deixe cozinhar sem mexer até o coco ficar transparente e flexível, uns 15 a 20 minutos. Guarde em pote com tampa e utilize frio para decorar o pudim.

pudim de cocada

Bolo Prestígio (com auto-cobertura)

bolo prestigio selo

Essa é uma daquelas receitas que o destino coloca no caminho da gente – são muitos sinais, muitas aparições nas timelines das redes sociais, muitas pessoas comentando em grupos de facebook. Como eu acredito nos sinais enviados pelo cosmos achei melhor fazer logo para me livrar do carma.

Não que fosse um grande esforço, já que, na minha opinião, coco + chocolate é uma combinação perfeita, tipo Brad e Angelina, John e Yoko, Jay-Z e Beyoncé, William e Fátima.

william-bonner-030909-2

A parte legal desse bolo é que a gente já assa tudo de uma vez, o creme de coco vai primeiro e a massa de chocolate por cima, e mesmo assim nada se mistura e fica lindinho na hora de cortar. Ele ser feito em banho maria ajuda muito a ficar um bolo úmido e que lembra de leve um brownie já que o sabor do chocolate também é super intenso. Quem quiser ver a receita original pode dar uma olhada no vídeo do Eduardo Beltrame, criador da receita. Apesar de ter essas duas preparações é um bolo muito simples que não requer uso de batedeira.

Bolo Prestígio no Banho-Maria

Rende 1 bolo de 25cm de diâmetro aproximadamente

Para o creme de coco

  • 1 lara de leite condensado
  • 1 ovo
  • 100ml de leite
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • 100g de coco ralado (usei o mais fino mas a receita original pede em flocos)

Para a massa de chocolate

  • 300 ml de leite
  • 150g de manteiga
  • 190g de farinha de trigo
  • 190g de açúcar
  • 140g de chocolate em pó (50% cacau)
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 2 ovos

Unte com manteiga e polvilhe com açúcar uma forma de furo central entre 22 e 25cm de diâmetro com pelo menos 8cm de altura (fiz na de 22cm e ainda assim sobrou um pouco de massa). Prepare um banho-maria e preaqueça o forno a 200 graus.

Prepare o creme de coco: Numa tigela média, misture todos os ingredientes muito bem. Passe para a forma preparada e reserve na geladeira ou freezer.

Prepare a massa: Aqueça o leite e misture com a manteiga, que vai derreter. Numa tigela grande, misture os ingredientes secos. Junte o leite com a manteiga e os ovos, misturando muito bem até ficar homogêneo.

Coloque com cuidado a massa sobre o creme de coco para não misturar (eu usei uma concha e fui distribuindo aos poucos. Leve ao banho-maria por aproximadamente 40 a 50 minutos, ou até passar no teste do palito.

Deixe esfriar fora da geladeira e desenforme morno. Sirva em temperatura ambiente.

bolo prestigio beltrame

Fatias Húngaras

fatias hungaras

 

Estamos de volta!

Depois de uma ausência temporária, retornamos em grande estilo – este bloguinho que mora nos nossos corações completou 6 anos no ar em maio. Nada melhor que vestir uma roupinha nova pra festa né? Então não estranhem e não vão embora que é a gente mesmo – só que com uma cara mais moderninha e logo novo em folha feito pela designer Marília Cichini.

Pra esse retorno escolhi um doce que é a nossa cara. E a cara das nossas mães, das nossas avós e também a cara daqueles chás da tarde de domingo com a família toda, porque aff, ô receita que rende viu, benza deus.

Pra quem não conhece as fatias húngaras: são pãezinhos tipo rosca com recheio de coco ralado, molhadas com uma caldinha de açúcar com leite, publicadas nos primeiros livros de receitas do açúcar união. IMG_1079 Lembram  bastante os cinnamon rolls, mas a massa é menos fofinha e não crescem tanto.

Várias pessoas já me pediram que eu mandasse a foto da página do livro por email, então ó: tá aqui pra vocês. Parece que esses rolinhos fazem parte das lembranças de muita gente, então vamos todos mandar um beijo no coração ❤ da Dona Arismar Lara de Araraquara que mandou a receita pra fábrica de açúcar e deixou nossa infância mais feliz.

Aqui em casa eu fiz meia receita e alterei algumas coisinhas mínimas, vou postar aqui com as minhas adaptações.

Fatias Húngaras

adaptada do livro 200 receitas do açúcar união (rendimento: aprox. 20 fatias)

Para a massa:

  • 480g de farinha de trigo
  • 1/2 pacotinho (5g) de fermento biológico seco
  • 20g (2 colheres de sopa) de açúcar refinado
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 3 gemas
  • 1 xícara (240ml) de leite integral em temperatura ambiente

Para o recheio:

  • 50g de manteiga derretida
  • 100g de açúcar refinado
  • 50g de coco ralado (usei seco, mas imagino que fresco fique maravilhoso)

Para a calda

  • 1 xícara de açúcar refinado
  • 1/2 xícara de leite integral

Prepare a massa:

Na tigela da batedeira misture a farinha e o fermento. Adicione o açúcar e o sal e misture novamente. Faça um buraco no meio e adicione as gemas e o leite. Misture bem com as mãos – se a massa estiver muito seca ou dura adicione um pouquinho mais de leite. Sove por 10 minutos na batedeira com o gancho para massas pesadas. Se não tiver pode sovar na mão mesmo até ficar bem macia.

Cubra a massa com um pano úmido ou plástico filme e deixe descansar por 15 minutos.

Enquanto isso, faça o recheio misturando a manteiga e o açúcar e unte uma assadeira retangular de 20 X 30cm, ou uma redonda de 25cm.

Divida a massa em duas partes e abra com o rolo formando dois retângulos. Espalhe a mistura de manteiga e açúcar e polvilhe o coco ralado. Enrole pelo lado mais comprido, bem apertado, formando um rocambole.

Corte em fatias de 2 dedos e arrume na assadeira preparada, deixando um espaço de pelo menos 2cm entre as rosquinhas para que elas cresçam. Deixe descansar até crescerem (pode demorar mais de uma hora se estiver frio).

* Dica * Como eu sempre fico na dúvida de a massa de pão já cresceu o bastante, comecei a tirar uma foto com o celular para fazer um ANTES/DEPOIS. Se tiver mais ou menos dobrado de volume já está bom. Me ajudou bastante!

Asse em forno preaquecido a 180 graus por 25 a 30 minutos, ou até dourarem. Tire do forno e jogue por cima a caldinha feita com o leite e açúcar – pode regar sem dó. Volte ao forno desligado e deixe mais uns 20 minutos para a calda encorpar.

Sirva morno ou em temperatura ambiente.

Validade de 3 dias fora da geladeira, guardadas em recipiente vedado.

 

coconut rolls

A vida é uma grande geladeira – bolo de coco com abacaxi

bolo de acabaxi com coco

Este bolinho foi feito bem no improviso, para aproveitar um abacaxi que sobrou da festa de ano novo, e me fez filosofar.

A gente faz planos, listas, toma decisões pro ano que chega, mas quem diz que tudo sai do jeito que a gente queria?

Cheguei à seguinte conclusão: A VIDA É UMA GELADEIRA. Um eterno olhar o que tem lá dentro e tentar fazer o melhor que a gente pode. E de vez em quando é bom dar uma olhada pra ver se não tem alguma coisa (ou alguém) vencida escondida ali atrás. E às vezes a gente tem aquela decepção quando vai abrir o pote de sorvete no congelador cheia de esperança e encontra feijão dentro. E aquela salsinha amarelada que está lá há semanas, aquela coisa que incomoda mas a gente vai ignorando sei lá porque?

O bolo filósofo foi assim: a geladeira me deu tudo que eu precisava, e mesmo assim ele saiu diferente do que eu tinha pensado. Saiu mais feinho, mas delicioso.

Delicioso está bom pra mim. A vida não precisa ser perfeita. Nem o bolo. Nem a geladeira.

Bolo de Coco com Abacaxi

  • 1 e 1/2 xícara de abacaxi picado
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal
  • 1/4 xícara de açúcar mascavo
  • 2 colheres de sopa de rum (opcional)

Para a massa:

  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de coco ralado seco
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • pitada de sal
  • 1 xícara de açúcar
  • 1/2 xícara de iogurte natural (pode ser desnatado ou não)
  • 3 ovos grandes
  • essência de coco ou baunilha
  • 1/2 xícara de óleo de canola ou girassol

Prepare a calda de abacaxi:

Numa panela média, derreta a manteiga e junte o açúcar mascavo. Mexa para dissolver e junte o abacaxi. Cozinhe até ficar macio e secar um pouco do liquido. Desligue o fogo e junte o rum. Deixe esfriar para utilizar.

Prepare o bolo:

Unte com manteiga uma travessa refratária retangular de cerca de 20 X 30cm. Aqueça o forno a 180 graus.

Peneire a farinha, o fermento e o sal numa vasilha menor. Misture o coco ralado e reserve.

Numa vasilha média, misture o açúcar, o iogurte, os ovos inteiros e a essência de coco ou baunilha e misture bem até  ficar uniforme. Junte a mistura de farinha e mexa, sem bater, até estar misturado. Mas não mexa demais, senão o bolo fica duro (não tem problema se ficarem umas pelotinhas na massa). Junte então o óleo e incorpore delicadamente com uma espátula grande. Coloque a massa na forma preparada.

Cubra com o abacaxi preparado anteriormente, inclusive a calda, distribuindo por igual sobre a massa. Asse por 50 minutos aproximadamente. Quando pronto, o bolo fica dourado e um palito deve sair seco quando espetado no centro.

Este bolo pode ser servido morno, com uma bola de sorvete, chantilly ou uma colherada de iogurte grego, mas fica ótimo em temperatura ambiente também.

bolo de acabaxi

Uma doceira de dieta e o doce mais fácil do mundo – cocadinhas de amêndoas e chocolate

E pela vigésima quinta vez só este ano, hoje é o meu primeiro dia de dieta.

Tá osso, viu gente. Aqui tem muito doce. Tem doce por todos os lados. E eu tenho que provar pra ver se a freguesa vai gostar. Dai-me forças.

E doceira de dieta tem uma mania, e eu sei que não sou a única, de fazer doces pra dar de presente.

Essas cocadinhas, ou macaroons, foram um presente para um amigo que não pode comer nada com glúten. E no mesmo jantar estaria um outro amigo que não pode comer nada com lactose. E se tem outra coisa que doceira de dieta tem mania, é dar um jeito de fazer algum doce que todo mundo possa comer, porque né, coitadinhos, vão ficar sem doce?

As cocadinhas, além de sem glúten nem lactose, acabaram também por ser o doce mais fácil que eu já fiz em toda a minha existência, só misturar tudo, fazer as bolinhas e assar, super simples.

Então, já que eu não posso, vocês por favor se joguem nesses docinhos, e comam com gosto.

Cocadinhas de Amêndoas e Chocolate (adaptado daqui) – rende 12 a 15 unidades

  • 1/3 xícara de açúcar
  • 1 clara de ovo
  • 1 xícara de coco ralado (de pacotinho, sem açúcar)
  • 1/4 xícara amêndoas picadas, com pele mesmo
  • 1/4 xícara chocolate amargo picadinho (opcional)
  • gotas de extrato de amêndoas

Preaqueça o forno a 180/C. Forre uma assadeira com papel manteiga ou silpat e reserve.

Numa tigela, misture o açúcar e a clara. Junte o restante dos ingredientes e misture bem, até ficar bem úmido.

Com a ajuda de uma colher de sopa, ou boleador de sorvete, forme bolinhas e coloque na assadeira preparada. Asse até dourar, mais ou menos 15 minutos. Deixe esfriar na assadeira e guarde em pote fechado por até 3 dias.

Brasil, mostra a sua cara – bolo de coco embrulhadinho

Escrevo estas maltraçadas linhas enquanto espero por mais um capítulo daquela que é a culpada pelo meu sono diurno: a reprise da novela Vale Tudo, que vai ao ar no canal Viva às quinze para uma da madrugada. Veja se isso é horário de uma mãe de família estar acordada pra ver novela, minhazamiga. Ou deveria dizer cherrí?

Não sou muito de novela, mas eu simplesmente não resisto às peripécias de Heleninha Roitman bebum, Maria de Fátima, César Ribeiro, Ivan Meireles e cia. É muita tensão, humor e sedução, tudo regado com o delicioso universo politicamente incorreto dos anos 80. Onde mais a gente pode ver um pai andando alegremente com sua criança no banco da frente do carro, SEM cinto de segurança, e fumando um marlborão na cara do moleque?

E não nego – Raquel Aciolly vencendo na vida vendendo sanduíche na praia e virando uma grande empresária do ramo da alimentação não deixa de me inspirar. 😉

E tem ela, a maior e pior vilã de todos os tempos. Ela te despreza, ela é cruel, ela é:

ODETE ROITMAN!

E hoje, no capítulo 193, ela vai morrer, cruelmente assassinada por uma das personagens da trama, que eu não vou contar porque vai que alguém não sabe ainda, né?

UPDATE: Não foi hoje, gente! Vamos acompanhar! 😉

Em homenagem à Odete nesse dia fatídico, fiz este docinho anos 80 bem CRASSE MÉDIA, que eu adoro. Se ela ainda estivesse viva morreria só de ver esses bolos embrulhadinhos. R.I.P. Odete.


Bolo Embrulhado – rende 32 pedaços (receita do saudoso blog Rainhas do Lar)

  • 4 gemas
  • 2 colheres de manteiga sem sal
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 2 1/2 xícara de farinha de trigo
  • 1 xícara de leite
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 4 claras em neve
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 pacote de coco ralado

Unte com manteiga e polvilhe farinha de trigo numa assadeira de 20x30cm. Preaqueça o forno a 180°C.

Na batedeira, bata bem as gemas, o açúcar e a manteiga, até virar um creme claro e fofo. Junte a farinha intercalando com o leite e bata mais um pouco. Junte o fermento e misture bem.

Incorpore delicadamente as claras em neve e transfira a massa para a assadeira preparada. Leve ao forno por mais ou menos 25 a 30 minutos, até passar no teste do palito.

Enquanto isso, misture o leite de coco e o leite condensado. Regue com um pouco da calda o bolo ainda quente. Deixe esfriar bem, corte em quadrados, e passe-os no restante da calda, e depois no coco.

Embrulhe em papel alumínio e deixe gelar.

%d blogueiros gostam disto: