Arquivo da tag: receitas

Cookie com Gotas de Chocolate – Um tributo

smileycookie-copy3

Eu me lembro quando nos conhecemos, o cookie e eu.

Minha mãe trouxe um pacote do supermercado. Era lindo. Era delicioso. Tinha gotas de chocolate.

Anos mais tarde, quando fomos visitar meu irmão mais velho que morava nos Estados Unidos, descobri que foi ali que ele foi inventado, aperfeiçoado e reinventado em zilhões de versões diferentes – crocante, macio, crocante por fora e macio por dentro, fofinho tipo bolo, com aveia, com nozes, duplo chocolate. Engordei uns 5 quilos naquelas férias – culpa do cookie.

Voltei disposta a reproduzir em casa aquela delícia.

A primeira receita a gente nunca esquece – usei essa aqui por anos. Abandonei porque é trabalhosa e resulta em um cookie um pouco pesado. E porque descobri o www.marthastewart.com. Os que eu mais gosto de lá são esse e esse.

Mais recentemente, no meu contato com os blogs de comida, descobri fontes incríveis de novas receitas, testadas e aprovadas por gente que entende do assunto. Presto aqui a minha humilde homenagem a eles que, como eu, amam o cookie:

– Patrícia, do Technicolor Kitchen: esses são deliciosos. Mas ela já testou várias receitas pra gente fazer em casa sem medo.
Clumbsy Cookie: esse é genial…
– Nicole, do Baking Bites: ela assou cookies em seu carro num dia de muito calor, dá uma olhada.
Cakespy: investigando a fundo o cookie em nome da ciência.
– Anita, do Dessert First: uma dissecação das mais famosas receitas, no post definitivo sobre o assunto.

E, por fim, o Come Come, que diz tudo na famosa canção:

Hoje, a receita que você vê na foto e que mora no meu coração é a mundialmente famosa NY Times Chocolate Chip Cookies. Mas amanhã eu já não sei.

cookies

Brownies Marmorizados com Doce de Leite

dulcedelechebrownies

Não sei se vocês já ouviram falar no pastry chef David Lebovitz. Ele é um americano que vive na França desde 2002, estudando e escrevendo sobre… doces. Sim, ele é especialista em sorvetes, chocolate, bolos, e o que mais tiver açúcar. David se dedica a ensinar a arte das sobremesas pelo mundo, tem 6 títulos publicados (nenhum ainda traduzido para o português, infelizmente) e leva grupos para tours de degustação de chocolates e patisserie em Paris. Desculpa, mas se isso não é o emprego dos sonhos, eu não sei o que é.

Como a gente não tá podendo participar de tour nenhum que a coisa tá preta, acompanhamos tudo isso pelo blog desse divertido chef, que tem ótimas histórias, receitas e fotos.

A primeira receita que me chamou a atenção por lá foi esse brownie com doce de leite. Tipo da coisa que não tem erro: CHOCOLATE + DOCE DE LEITE= HMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM.

Já fiz várias vezes, sempre um sucesso, e bem facinho.

Brownies com Doce de Leite (adaptado daqui)

16 brownies

8 colheres de sopa  (115g) de mateiga
170g de chocolate meio amargo picado
1/4 de xícara  (25g) de cacau em pó (peneire antes de usar)
3 ovos grandes
1 xícara (200g) de açúcar
1 colher de chá de essência de baunilha
1 xícara (140g) de farinha de trigo
1 xícara de doce de leite (obs: já fiz com doce de leite mais molinho, daqueles que vem em potinhos plásticos no supermercado e não ficou bom. O doce ferveu no forno e transbordou sobre o brownie. O bolinho ficou cheio de buracos ocos onde deveria ter doce de leite. Hoje em dia, faço com leite condensado cozido na panela de pressão – coloco a receita no final do post)

Preaqueça o forno a 180 graus. Forre uma forma quadrada de 20cm com papel alumínio (eu uso papel manteiga) e unte com manteiga. Se o seu papel não for largo o suficiente para cobrir os quatro lados da forma, corte mais uma tira e coloque as duas tiras formando uma cruz. Pode deixar uma beirada de papel pra fora da forma, depois fica mais fácil de puxar o brownie sem quebrar.

Derreta a manteiga em uma panelinha, sem deixar ferver. Em fogo bem baixinho junte o chocolate e  misture até derreter tudo (dá pra fazer esse processo no microondas, se vc souber derreter chocolate SEM QUEIMAR). Tire do fogo e junte o cacau em pó peneirado. Misture bem. Junte os ovos um a um, seguidos do açúcar, da baunilha e da farinha, misturando bem após cada adição.

Coloque metade da massa na forma preparada. Vá colocando às colheradas 1/3 do doce de leite, igualmente espaçado. Passe uma faca deixando a massa se misturar só um pouquinho com o doce. Cubra com o restante da massa e repita com o restante do doce de leite, colocando porções espaçadas e misturando com a faca (tente fazer um desenho marmorizado).

Asse por mais ou menos 40 minutos. O brownie está pronto quando formar uma casquinha brilhante e estiver ligeiramente firme no centro. Se vc espetar um palito, ele sairá úmido e com migalhinhas grudadas. Deixe esfriar bem, retire da forma, tire o papel e corte em 16 pedaços, limpando a faca a cada corte.

Doce de leite da vó

Coloque na panela de pressão uma lata de leite condensado e cubra com água. Tampe e leve ao fogo. Depois que apitar, conte: 10 minutos para doce de leite molinho, 20 minutos para doce de leite médio (eu uso esse para a receita) e 40 minutos para doce de leite de corte. Desligue o fogo, espere sair a pressão da panela antes de abrir e retire.  NÃO ABRA A LATA ATÉ ESTAR COMPLETAMENTE FRIA, senão o doce espirra MESMO por causa da dilatação causada pelo calor e pode causar queimaduras sérias. Para fazer o brownie, eu coloco o doce num bowl e dou uma misturada com um garfo para ficar mais cremosinho.

dulcedelechebrownies2

Um Bolinho

frenchyogurtcake

Eu adoro livros de receita. Minha coleção ainda é modesta, mas já tenho alguns favoritos. Um deles, o Baking: From my Home to Yours, da Dorie Greenspan, está com certeza no top 3. As receitas são explicadas nos mínimos detalhes, tem dicas de substituições de ingredientes, fotos lindas, sugestões de como servir, se pode congelar ou não… Fora outras coisinhas que são básicas, mas muito autor/editor de livro de culinária não pensa: os ingredientes aparecem na ordem em que são utilizados na receita e SEMPRE tem a temperatura do forno, o tempo de cozimento e o rendimento.

Isso sim é democratizar a cozinha: a receita sempre dá certo e fica igual à da foto, pra todo mundo que quiser se aventurar. Porque por aí tá cheio de livro e revista que parece aquela tia que dá a receita, mas “esquece” algum ingrediente de propósito…

Nesse livro em especial, tem um bolo de iogurte que a gente faz toda a semana aqui em casa. A receita original faz um bolo de limão siciliano, mas é tão versátil que eu já fiz de coco, de maçã, de baunilha, de amêndoas, de laranja. É ridiculamente fácil, nem precisa de batedeira, fica fofinho e muito saboroso. Eu particularmente adoro a versão original,  com uma caldinha de açúcar com limão (foto). Vou postar a receita mãe e as minhas invenções também, tá?

Bolo Francês de Iogurte (rende 8 porções)

1 e 1/2 xícara de farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento químico

pitada de sal

1 xícara de açúcar

casca de 1 limão siciliano ralado

1/2 xícara de iogurte natural (pode ser desnatado ou não)

3 ovos grandes

gotas de baunilha

1/2 xícara de óleo de canola ou girassol

Para a calda

1  xícara de açúcar de confeiteiro

2 colheres de sopa de suco de limão

Preaqueça o forno a 180 graus. Unte uma forma de bolo inglês (20 X 10cm).

Peneire a farinha, o fermento e o sal numa vasilha menor e reserve.

Numa vasilha média, coloque o açúcar e as raspas de limão e, com as pontas dos dedos, esfregue as raspas no açúcar até ficar úmido e perfumado (este passo é bem importante). Junte o iogurte, os ovos inteiros e a baunilha e misture bem até  ficar bem uniforme. Junte a mistura de farinha e mexa, sem bater, até estar misturado. Mas não mexa demais, senão o bolo fica duro (não tem problema se ficarem umas pelotinhas na massa). Junte então o óleo e incorpore delicadamente com uma espátula grante. Coloque a massa na forma preparada, alise e asse por 50 minutos aproximadamente. Quando pronto, o bolo fica dourado e um palito deve sair seco quando espetado no centro da massa. Deixe esfriar sobre uma grade até amornar e desenforme.

Para a calda de limão:

Misture o açúcar de confeiteiro com o suco de limão até ficar um creminho ralo. Aplique no bolo, deixando escorrer um pouco pelas laterais. A calda seca em uns 15 minutos e forma uma casquinha de açúcar.

Variações

Coco:  Substitua 1/2 xícara da farinha por coco ralado seco. Não coloque as raspas de limão. Troque a essência de baunilha por essência de coco, se quiser ou tiver em casa. Polvilhe com açúcar de confeiteiro quando estiver pronto.

Amêndoas: Substitua 1/2 xícara de farinha de trigo por amêndoas moídas. Não coloque as raspas de limão e troque a baunilha por essência de amêndoas.

Laranja: Troque as raspas de limão por laranja. Se for usar a calda, substitua o suco de limão por suco de laranja.

Canela: Não coloque as raspas de limão e coloque em seu lugar duas colheres de chá de canela em pó. No lugar da calda, pincele o bolo com manteiga derretida e polvilhe com uma mistura de açúcar e canela. Nessa versão, também já coloquei uma maçã picadinha, passada da farinha de trigo, misturada na massa antes de assar.

bolo-iogurte-close

%d blogueiros gostam disto: