crianças

Um brownie para o primeiro dia de aula

brownies-da-martha

Hoje foi o primeiro dia de aula da Cookinha numa escola nova. Nem preciso dizer que quase passou a noite em claro de tanta ansiedade – e se não gostassem dela? E se não fizesse nenhum amigo?

Como ninguém nunca fez amigos oferecendo uma salada a gente achou melhor se garantir fazendo logo um brownie bem delícia.  Mandei uns pedaços extras na lancheira junto com bons conselhos de mãe, tipo “seja você mesma” e “gentileza gera gentileza”.

Ela achou graça mas chegou na escola segurando bem a alça da lancheirinha, confiando no poder do brownie.

E enquanto ela sumia dentro da escola eu fui embora, com lágrimas nos olhos, fingindo um engasgo escandaloso pra disfarçar.

Brownie da Amizade

Estes brownies são daquele tipo bem cremoso e de chocolate bem intenso, com aquela casquinha por cima que, na minha opinião, é obrigatória! Se não encontrar os mini marshmallows pode cortar os grandes, ou ainda substituir por mini M&Ms.

  • 225g de chocolate em barra 70% cacau
  • 1/2 xícara de óleo de coco ou manteiga sem sal
  • 300g de açúcar
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 4 ovos
  • 100g de farinha de trigo
  • 1 e 1/2 xícara de mini marshmallows (ou 1 xímara de mini confeitos de chocolate)

Preaqueça o forno a 180 graus. Forre uma forma quadrada de 20cm com papel alumínio e unte com manteiga ou spray desmoldante.

Numa tigela que possa ir ao microondas, misture o chocolate e o óleo de coco. Derreta em intervalos de 30 segundos, sem deixar esquentar muito.

Misture o açúcar e a baunilha. Jun te os ovos um a um, sem bater, e por fim peneire a farinha de trigo sobre a mistura. Mexa delicadamente com uma espátula até ficar homogêneo.

Misture metade dos marshmallows. Derrame a massa na forma preparada e coloque o restante dos marshmallows sobre a massa.

Leve para assar por 40 a 45 minutos – o brownie ainda sai bem mole do forno, mas deve estar com a casquinha durinha.

Deixe esfriar e corte em quadrados. Dura cerca de 5 dias em pote vedado.

 

Biscoito de leite ninho recheado com nutella (passatempo copycat)

passatempoMãe é tudo igual mesmo. Lembro bem quando era criança e pedia alguma coisa industrializada – minha mãe nunca comprava,  depois me aparecia com uma versão caseira mequetrefe e ainda dizia que tava igualzinho.

Não sei dizer se era por falta de grana ou por preocupação com a saúde da garotada, ou os dois.

Hoje em dia eu faço tanto isso que virou até piada, quem diria. Já teve bolinhos recheados “Ana Farias”, o hamburguer “Bigue Tréc”, os nuggets “Sra. Dias”. E eu, como toda a mãe, tenho a cara de pau de jurar que está idêntico ao original. A pequena não reclama não, até se diverte com as tentativas e os nomes “quase iguais”. Fiz essas bolachinhas hoje de manhã para o lanche da tarde e estou aqui pensando num nome pra elas, acho que serão batizadas de “Biscoitos Passavento”. Acho que ela vai gostar.

Biscoitos Passavento

rendimento: 20 biscoitos rechados

  • 320g farinha de trigo
  • 85g de leite em pó
  • 1 colher de chá de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 200g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 85g de cream cheese em temperatura ambiente
  • 200g açúcar refinado
  • 1 colher de chá de extrato ou essência de baunilha
  • 1 ovo grande
  • 1 pote grande de nutella (ou o recheio que preferir)
  • Canetinhas de corante comestível

Aqueça o forno a 180 graus. Forre duas assadeiras grandes com papel manteiga.

Misture numa tigela a farinha, leite em pó, fermento e sal. Reserve.

Bata na batedeira a manteiga e o cream cheese. Junte o açúcar e a baunilha e bata até ficar cremoso. Junte o ovo e bata para combinar. Junte a mistura de farinha e bata em velocidade baixa somente até a farinha sumir na massa.

Divida em duas porções forme dois discos. Embale em plástico e leve à geladeira por 30 minutos.

Abra a massa entre dois plásticos ou duas folhas de papel manteiga com um rolo até ficar com mais ou menos 0,5cm de espessura. Corte com um cortador quadrado e transfira para as assadeiras.

Asse por mais ou menos 15 minutos, ou até dourarem ligeiramente ao redor. Deixe esfriar nas assadeiras.

Desenhe figurinhas direto nos biscoitos frios com as canetinhas de corante. Separe metade dos biscoitos e coloque uma pequena porção de recheio com a ajuda de uma colherinha ou saco de confeitar. Cubra com os biscoitos restantes.

Podem ser guardados em pote com tampa por até 1 semana.

biscoito passatempo caseiro

Uma festa na sorveteria

IMG_6519

Mais um aniversário da filha e, depois de dois anos sem fazer festa, decidimos não deixar passar em branco e convidamos algumas poucas amiguinhas para comemorar.

O tema escolhido foi sorveteria, o que veio super a calhar com o calorão que estava fazendo no dia! Como aqui a festa é feita em casa, arregaçamos as mangas e mergulhamos fundo no pinterest (pra quem quiser ver as referências da gente o link está aqui).

O primeiro passo foi aquele passeio gostoso na 25 de março. Me surpreendi com a quantidade de material de decoração bacana e nacional para festa de criança disponível por lá, ficou bem mais fácil achar o que eu imaginei dessa vez. O cordão de luzes de bolinha, roda gigante de cupcakes e potinhos de bala em forma de sorvetinho encontrei por lá. Endereços no final do post.

bolo selo

O bolo com o sorvete derretendo em cima é um clássico dazinternete, e a aniversariante fez questão que fosse esse modelo em verde, e beeem altão. Sim, o bolo é de verdade verdadeira, chocolate com brigadeiro. Para completar a mesa de doces muitos brigadeiros, beijinhos e suspiros recheados, tudo feito aqui mesmo com as próprias mãos.

IMG_6541

Os cupcakes eram baunilha e chocolate com recheio de doce de leite, cobertura de marshmallow, cereja e biju no topo, feitos pela amiga The Cake is on the Table.

IMG_6529 IMG_6530

Claro que não podiam faltar os biscoitos decorados né? A dona da festa escolheu os tradicionais amanteigados de baunilha e eu obedeci. A parte de salgados foi toda feita pelo pai da mocinha. Teve cheeseburguer, cachorro quente, pipoca e coxinhas, muitas coxinhas.

IMG_6533 IMG_6536 IMG_6572

Os pratos de pedestal dos doces e bolo são do acervo da gente mesmo, nessas horas a gente percebe que talvez tenha louça demais na vida. Alguns foram cedidos gentilmente por amigos queridos. Os toppers dos docinhos foram comprados prontos, da Cromus, e tem pra vender em tudo quanto é loja de festa – são da linha Patisserie.

IMG_6497

Algumas peças, como as taçonas gigantes, foram locadas na D. Filipa. Os pompons de papel de seda fiz eu mesma, mas tem pra vender também nas lojas. As plaquinhas de lousa também tem prontas da Cromus.

IMG_6568 IMG_6474

Aqui a brincadeira era fazer uma “oficina” de sorvetes – foi muito legal deixar as meninas colocarem as coberturas, balinhas e melecas à vontade nos seus gelados. Foi uma atividade bem divertida e que não precisou de muita supervisão dos adultos. Fora a sorveteria, chamamos também a Tia Pipoca, uma monitora sensacional que valeu muito o investimento, já que a animação foi a alma da festa.

O telhadinho de papel era parte de um painel da Cromus que veio com defeito e não pudemos usar, então colamos só essa parte na parede mesmo.

IMG_6487 carrinho selo

As lembrancinhas eram baldinhos de isopor compradas em loja de descartáveis com um adesivo de vinil colado na tampa. Para ficar com mais cara de sorvete colei uma colher em cada um com washi tape. Dentro algumas balinhas e porcariadas. Encomendei também toalhinhas em forma de sorvete de casquinha e colocamos tudo num carrinho que também alugamos na D. Filipa.

Como sempre, uma trabalheira danada, mas também muito gostosa. Melhor momento – uma das amiguinhas veio me dizer: Tia, essa é a melhor festa da minha vida! 😀

Serviço:

Bolo, biscoitos decorados e docinhos: The Cookie Shop

Cupcakes: The Cake is on the Table

Salgados: Alexandre Raposo

Artes/papelaria – links no meu pinterest

Lousinhas, toppers, toldinho, cordão de luzes bolinha, canudos, cataventos: Cromus/Rizzo Embalagens

Locação de objetos: D. Filipa

Casquinhas de sorvete: Central do Sabor

Toalhinhas de sorvete: Magazine 25

Animação: Quiz Eventos

Gelatina de Chocolate

gelatina de chocolate

Confesso pra vocês que tinha um pouco de pé atrás desses sites grandes que todo mundo posta receitas. Uma das razões é que eu de vez em quando acho umas fotos aqui do blog com umas receitas nada a ver, aí já me dá um nervoso e uma vontade de avisar que aquela foto não é daquele doce, sabe como é?

Daí apareceu no facebook uma página chamada Tudo Mais ou Menos Gostoso, já viram? Eles ficam fuçando os comentários das receitas atrás de piadas – e encontram pérolas como:

tudo mais ou menos gostoso

Por causa da página acabei me entretendo nas receitas desse site, e no fim mudei de idéia – achei muito democrático, uma comunidade onde todos podem deixar sua receita (e seus comentários sobre) e uma fonte de informação para quem está afim de aprender a cozinhar.

Em homenagem a essa linda, louca e frenética troca de receitas resolvi fazer uma receita do site Tudo Gostoso. Pra ser fiel à comunidade mudei as quantidades, alguns ingredientes, e principalmente o modo de fazer – mas ficou uma delícia, a familia toda adorou. *****

Gelatina de Chocolate

Receita adaptada livremente de inúmeras receitas do site Tudo Gostoso

rende 1 forma pequena ou de 6 a 8 tacinhas.

  • 200g de chocolate meio amargo ou amargo picadinho
  • 1 xícara de água
  • 1 envelopinho de gelatina em pó sem sabor (mais 5 colheres de sopa de água para hidratar)
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite

Numa tigela resistente ao calor, coloque o chocolate e a xícara de água e leve ao microondas para derreter, em intervalos de 30 segundos. Misture bem e reserve.

Numa tigelinha pequena, misture a gelatina e as 5 colheres de sopa de água. Deixe repousar por 5 minutos e leve ao microondas por 15 seguntos para derreter.

Misture a gelatina ao chocolate com a água, junte o leite condensado e o creme de leite. Quando estiver homogêneo transfira a mistura para tacinhas ou para uma forma de gelatina ou pudim previamente molhada.

Leve à geladeira para firmar por pelo menos umas 4 horas antes de desenformar ou servir.

Várias pessoas perguntaram, a forma que eu usei foi essa aqui.

IMG_5867

 

 

Bolo Zebra

zebra cake

Mais uma receita boa de fazer com criança, esse bolo salvou uma tarde chuvosa num fim de semana desses bem sem programação.

Ele tem bastante etapas mas não é trabalhoso, então dá pra distrair os pimpolhos por um tempinho razoável.

A surpresa final vem mesmo na hora de cortar, quando se revelam as camadas com as cores e sabores que não se misturam.

Usei uma receita de bolo que já tinha aqui mas que eu sabia que produzia uma massa bem líquida. Vocês podem usar qualquer receita de bolo que seja assim também – normalmente as que são à base de óleo dão mais certo que os bolos amanteigados, já que uma massa mais cremosa não se espalharia naturalmente formando as divisões das cores.

Se quiserem deixar o bolo mais festivo ele pode ser cortado e recheado, ou só coberto com um brigadeiro mole ou calda de chocolate.

Bolo Zebra

rendimento: 1 bolo redondo de 25cm de diâmetro

  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 e 1/2 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 5 ovos
  • 2 xícaras de açúcar refinado
  • 1 e 1/2 xícara de leite
  • 1 colher de chá de extrato ou essência de baunilha
  • 1 xícara de óleo de canola, girassol ou milho
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó, ou 1/4 xícara de chocolate em pó

Preaqueça o forno a 180 graus. Unte e polvilhe farinha de trigo numa forma redonda de 25cm de diâmetro. Numa tigela grande, peneire juntos a farinha de trigo, o sal e o fermento. Reserve.

Na tigela da batedeira misture os ovos, o açucar, o óleo, o leite e a baunilha. Bata para misturar e junte a mistura de farinha de trigo aos poucos, batendo somente até incorporar.

Passe metade da massa para outra tigela. Peneire o cacau ou chocolate em pó sobre a massa que ficou na tigela da batedeira e bata para misturar. Deste modo, ficaremos com uma massa de chocolate e uma de baunilha, e agora vem a diversão.

Para dar menos xabu eu usei duas conchas de sopa, uma para cada massa. Coloque uma primeira camada de massa na forma, começando pela branca – essa base tem que ficar com um dedinho de altura para não sumir depois. Deixe espalhar bem e bem no centro da massa branca coloque um pouco da massa de chocolate, nessa etapa podem ser umas duas conchas, depois pode passar para uma concha só e depois meia concha quando estiver no finalzinho. Prossiga com esse processo, a massa que vai por cima nunca pode “apagar” a massa que está embaixo, tipo esse video aqui:


A aparência deve ser de um “alvo” de dardos, com círculos de massa uns ao redor dos outros.

Leve para assar na grade do meio do forno por mais ou menos 35 minutos, ou até passar no teste do palito.

Deixe amornar, desenforme num prato e polvilhe açúcar de confeiteiro antes de servir.

 

IMG_4740

 

Pipoca doce caramelada (sem pipoqueira)

IMG_3989

 

Outro dia fui comprar um saquinho de pipoca na porta da escola da filha e, já com o saquinho na mão, perguntei quanto era, caçando as moedinhas dentro da bolsa. A resposta: CINCO REAIS SINHÓRA.

Oi? Cinco reais por um saquinho de pipoca murcha? Os pipoqueiros agora passam cartão de crédito? A pipoca é “gourmet”?

Ontem mesmo fui almoçar com uma amiga numa ~boulangerie~ chic na Vila Madalena. Pedi um crepe com salada de rúcula, nada baratinho. Quando o prato chegou, SURPRESA! O crepe meio borrachento e a salada de rúcula era uma mini cumbuquinha com cerca de 8 folhas pequenas e umas raspinhas de queijo. Cerca não, eram 8 mesmo, porque eu contei.

Olha gente, não sei se eu tô ficando velha, se é a copa do mundo ou se é o fim dos tempos mas se vão me enfiar a faca pra comer alguma coisa (nada contra) tem que ser uma delícia maravilhosa acompanhada de uma salada com uma quantidade de folhas que eu não consiga contar a olho nu.

Por isso que eu tô preferindo fazer as coisas em casa mesmo que ganho mais. E pra você também nunca mais depender do pipoqueiro ladrão, vai aí minha receita de pipoca doce – se quiser botar aquele corantinho vermelho pra ficar mais realista vai fundo.

Pipoca Doce Caramelada (sem pipoqueira)

Essa pipoca não tem muita receita, e eu faço meio de olho mesmo igual minha mãe me ensinou. Pra facilitar medi tudo da última vez que fiz pra poder publicar aqui. Se quiser pode colocar uma colherona cheia de achocolatado junto com o açúcar para ficar com o sabor trash da infância.

  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 1 xícara de café de milho de pipoca
  • 1/2 xícara de açúcar (pode ser refinado, cristal ou demerara)
  • 1 pitada gorda de sal

Numa panela antiaderente bem grandona coloque o óleo e o milho. Tampe e estoure a pipoca normalmente em fogo médio.

Quando a pipoca tiver estourado completamente coloque o açúcar e o sal – se a panela estiver muito cheia tire um pouco da pipoca antes. Quando o açúcar começar a derreter abaixe o fogo e misture com uma colher de pau para envolver as pipocas no caramelo.  Essa parte é rápida e não pode bobear, se o caramelo ficar muito escuro a pipoca fica amarga – preste atenção, porque o açúcar continua cozinhando um tempo depois que a gente desliga o fogo.

Coloque a pipoca numa assadeira grande ou numa tigela resistente ao calor e termine de espalhar o caramelo com uma espátula ou colher de pau – CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR, caramelo é um perigo.

Deixe esfriar, sirva e dê uma banana pro pipoqueiro.IMG_3975

 

Bolovo de Páscoa – aniversário de 5 anos do The Cookie Shop

bolovo web

Não sou muito ligada em datas comemorativas, mas quando entrei no wordpress hoje para postar esta receita recebi uma mensagem: PARABÉNS, HOJE SEU BLOG FAZ CINCO ANOS!

Gente, mas já? Fiquei toda nostálgica.

Como tanta, mas tanta coisa pode mudar em cinco anos?

Tudo começou quando fui demitida de um emprego de muitos anos como produtora de tv, minha filha ainda bebê, e esse blog me salvou. Foi aqui que eu descobri uma nova profissão, conheci amigos que viraram família, aprendi a viver de outro jeito. Escolhi essa vida deliciosa (e às vezes penosa) de viver do que se produz com as próprias mãos.

Esse espaço me trouxe conhecimento, troca de idéias, amizade, companhia nas horas de trabalho solitário. Então, depois de tanta coisa boa, tantos momentos felizes, tantos quilos ganhos (e perdidos), a única coisa que posso dizer nesse aniversário de blog é MUITO OBRIGADA GENTE. Espero estar devolvendo um pouco pro mundo tudo o que aprendi por aí com essa gente bacana produzindo conteúdo interessante na rede, vocês são demais.

E apesar desse bolo ter sido feito para comemorar a Páscoa e não o blogversário, fiquei feliz de ter caprichado no post de hoje, assim a gente já mata dois coelhinhos com uma cajadada só (pegaram a piadinha? Coelhinho, Páscoa, hein, hein?)

 

Bolovo de Páscoa de pão de mel com doce de leite e cobertura de chocolate

A massa desse bolo vem do blog da querida Patricia Scarpin (Technicolor Kitchen), que foi um dos blogs que me inspiraram a começar o meu. Hoje fico super feliz de a ter conhecido pessoalmente e até provado a comida dela! Mesmo se não forem fazer o bolo de páscoa, façam o pão de mel, que é uma delícia!

Massa:

  • 4 ovos
  • 220g de açúcar
  • 150ml de óleo
  • 150ml de água
  • 150ml de mel ou glucose de milho – a última, mais econômica $$
  • 360g de farinha de trigo
  • 50g de chocolate em pó
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • ¼ colher (chá) de noz moscada
  • ¼ colher (chá) de gengibre em pó
  • ¼ colher (sopa) de bicarbonato
  • ½ colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

Recheio

  • 1 lata de leite condensado cozido na pressão por 30 minutos

Cobertura

  • 100g de chocolate ao leite picadinho
  • 100g de chocolate meio amargo picadinho
  • 100g de creme de leite UHT

Prepare a massa:
Aqueça o forno a 180 graus. Unte e polvilhe farinha de trigo em duas formas de 25cm de diâmetro, ou uma assadeira retangular grandona.O bolo não deve ficar alto para facilitar a montagem das camadas, imagine assim uma altura de rocambole. Se ficar muito alto, divida a massa depois em camadas menores com uma faca de serra grande.

Misture os ingredientes secos peneirados e reserve. Dilua o mel com a água e o óleo.
Bata os ovos com o açúcar até dobrar de tamanho. Vá juntando à mistura os ingredientes secos intercalando com os líquidos e bata em velocidade alta.

Passe a massa para as formas preparadas e asse por mais ou menos 30 minutos, ou até passar no teste do palito. Deixe esfriar para utilizar.

 

Prepare a cobertura:

Derreta no microondas os dois chocolates juntos em intervalos de 20 segundos, mexendo bem. Misture o creme de leite até ficar homogêneo e deixe repousar até firmar o suficiente para ficar espalhável. Se endurecer demais, coloque co microondas por 10 segundos e misture bem.

 

Montagem:

  • Forma de 20cm
  • Molde para ovo de Páscoa grande (1kg)
  • Plástico filme
  • isopor fino

 

Encaixe o molde na forma de 20cm para que ele não fique virando na montagem e forre com plástico filme:

molde

Forre o molde com uma camada de bolo e apare as rebarbas – se quebrar não tem problemas, só deixe os pedaços o mais juntos possível. Espalhe doce de leite por toda a superfície do bolo:

montagem 1

Intercale camadas de doce de leite e bolo. Feche com uma camada de bolo do tamanho do molde:

montagem 2

Se tiver dificuldade de cortar essa tampa no olhometro, faça um guia de isopor fino – marque com uma faca ou caneta usando o molde do ovo e depois recorte usando a marca que ficou. Use esse guia para cortar a tampa que fecha o bolo:

placa isopor

Aperte bem o bolo para dar uma leve prensada. Embale com as pontas do plástico filme e leve a geladeira por umas 3 horas. Desenforme sobre o prato de servir e retire o plastico com cuidado, vai ficar assim:

bolo sem cobertura

Cubra com a cobertura de chocolate usando uma espátula. Alise bem com uma espátula e, se quiser, faça um arremate usando bico de confeitar do tipo pitanga pequeno junto ao tabuleiro. No meu bolo eu dei uma decorada usando círculos de pasta americana e colando direto sobre a cobertura.

Feliz Páscoa!

1 2 4
%d blogueiros gostam disto: