receitas

Biscoitos de Chocolate

Aqui em casa ainda temos uns dias de férias escolares e acho que aí na casa de vocês também, né?

A minha criança já está grande e se ocupa sozinha na maioria dos dias com seus livros, jogos e youtubers da vida, mas às vezes a gente ainda vai pra cozinha juntas – e essa receita de biscoitinhos de chocolate é uma das que a gente mais curte, porque são gostosos de fazer e de comer.

Servem também como base para biscoitos decorados – é a receita que eu uso para as encomendas e até para uma base de torta doce se for o caso.

Biscoitos de Chocolate

  • 400g farinha de trigo
  • 70g de cacau em pó 100%
  • 1 colher de chá de fermento
  • 1/2 colher chá de sal
  • 200g de manteiga sem sal
  • 280g açúcar refinado
  • 2 ovos extra
  • 1 colher chá essência de baunilha

Peneire num recipiente a farinha, cacau, fermento e sal. Reserve. Bata na batedeira a manteiga com o açúcar até ficar uma pasta. Junte os ovos um a um e a baunilha até misturar bem. Junte os ingredientes secos e bata na velocidade mínima somente até ficar uma bola homogênea.

Abra porções da massa sobre uma superfície enfarinhada com um rolo até a espessura desejada (mais ou menos 0,5cm). Corte com cortadores e ajeite em assadeira de alumínio sem untar com um dedo de distância entre os biscoitos. As rebarbas podem ser amassadas e reutilizadas. Asse em forno preaquecido a 180 graus por 10 a 15 minutos, dependendo do tamanho dos biscoitos. Eles devem estar firmes ao toque mas não devem dourar ou escurecer. Deixe esfriar na assadeira por 10 minutos e passe para uma grade pare esfriar completamente. Guarde em pode vedado por até 30 dias.

Bolo Vegano de Chocolate (com cobertura)

Sim, esse bolo é vegano, e a cobertura também – mas o que é um bolo vegano?

Significa que ele não leva nenhum produto de origem animal, e eu acho fascinante essa desconstrução: de ver que é possível fazer um bolo gostoso, na verdade um bolo bem delicioso, de um jeito tão diferente, sem ovos, sem leite, sem manteiga.

A massa desse bolo já foi postada aqui há muito tempo – dessa vez refiz com algumas adaptações na massa e acrescentei uma cobertura fudge à base de leite de coco e chocolate meio amargo, também vegana.

Se quiserem ver o passo a passo em vídeo corram lá no meu Instagram – a receita está nos destaques dos stories.

Bolo Vegano de Chocolate com Cobertura Fudge

rende 1 bolo pequeno

Para a massa:

  • 50g de cacau em pó e mais para polvilhar a forma
  • 240ml de água morna
  • 200g de farinha de trigo
  • 200g de açúcar
  • 3/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 120ml de óleo vegetal (canola, girassol, coco)
  • 2 colheres de chá de vinagre branco

Para a cobertura:

  • 100g de leite de coco em pó
  • 80g de açúcar
  • 1 colher de chá de óleo de coco
  • 1/4 xícara de água quente
  • 1/2 colher de sopa de cacau em pó
  • 100g de chocolate amargo picado ou em gotas

Unte uma forma de buraco de 20cm de diâmetro com óleo e polvilhe cacau em pó. Aqueça o forno a 180 graus.

Numa tigela pequena, dissolva o cacau em pó com a agua morna.

Numa tigela maior misture a farinha, açúcar, sal, bicarbonato. Junte o óleo e a mistura de cacau e misture bem. Por último, junte o vinagre, mexa bem para incorporar e passe imediatamente para a forma e leve ao forno.

Asse por mais ou menos 35 minutos ou até passar no teste do palito. Desenforme morno.

Depois do bolo pronto faça a cobertura:

Primeiro faça o leite condensado vegano, batendo com o mixer ou no liquidificador o leite de coco em pó, o açúcar e a agua quente até ficar uniforme.

Leve essa mistura para uma panela de fundo grosso e misture os demais ingredientes. Leve ao fogo baixo até engrossar e soltar do fundo da panela, mais ou menos 10 minutos após iniciar a fervura, mexendo sempre com espátula de silicone resistente ao calor.

Retire do fogo e continue mexendo de vez em quando até amornar e tomar corpo. Aplique a cobertura no bolo ainda morna pois ela irá endurecer e formar uma casquinha quando fria.

Areias Portuguesas

Chegou 2020!

Esse ano novo fiz diferente e não tracei metas nem fiz promessas: não vai ter dieta na segunda-feira, não me matriculei na academia, não vou (tentar) parar de comer chocolate, não sei quantos livros vou ler e não usei calcinha nova na virada.

Se 2019 me ensinou alguma coisa foi isso: a vida vem e atropela os planos da gente. Muitas coisas legais aconteceram dentro do script, algumas fora dele e outras que eu queria muito bateram na trave.

Escolhi a receita desses biscoitinhos portugueses pra fechar o ano passado e começar o novo justamente por isso – eles foram feitos pela primeira vez em 2019 para uma pessoa que eu gostava muito, mas que foi embora. Só que eles são também simples, doces, fáceis, deliciosos e lindos como eu desejo que esse ano seja pra vocês, e pra mim também. A gente merece.

Areias Portuguesas ou Areias de Cascais

  • 100g de açúcar
  • 200g de manteiga em temperatura ambiente
  • 300g de farinha de trigo
  • raspas de laranja ou limão (opcional)
  • 1 pitada de sal
  • Açúcar e canela a gosto para passar os biscoitos depois de assados

Preaqueça o forno a 180 graus. Separe uma assadeira grande de alumínio, pode ou não forrar com papel manteiga. Numa tigela grande, misture a farinha, açúcar e raspas. Junte a manteiga em pedacinhos e misture com as pontas dos dedos até formar uma massa quebradiça. Forme rolinhos, corte em pedaços e forme bolinhas do tamanho de brigadeiros.

Arrume na assadeira e asse por mais ou menos 15 minutos, até dourarem ligeiramente e estarem secas. Deixe amornar e passe no açúcar com canela. Guarde em potes depois de frias, validade de uma semana ou mais.

Torta de Maçã da Vó Holandesa (que eu nunca tive)

Quem me segue no Instagram deve ter visto: eu sai de férias e voltei à Europa – fui lá rever Paris e Amsterdã, depois de 23 anos (!).

Da minha viagem de xóvem (que foi também a primeira viagem internacional e o meu primeiro avião) me lembro da sensação de aventura e do impacto da beleza desses lugares, dos perrengues, dos trens e de como o mundo era diferente: foi tudo sem google maps, sem celular e com máquina fotográfica de filme, depois a gente revelava tudo e obrigava os parentes a ver toooodas as fotos de uma vez.

Eu sou a de blusa branca, com 21 anos, e essa é minha amiga Pat.

Dessa vez teve também perrengues, mas né, a internet salva e fica tudo certo, bem rapidinho. E teve também muito mais comidas gostosas, porque agora a gente cresceu e uma das poucas alegrias da vida adulta é comprar a comida que a gente quiser.

Uma dessas comidas gostosas foi uma torta de maçã, meio torta meio bolo, que me mandaram comer no Café Winkel 43, em Amsterdã. Não sei porque essa torta é tão famosa, apesar de muito boa, porque é uma receita bem tradicional de lá e pode ser encontrada em vários cafés.

Ela me pareceu tão simples que assim que cheguei já fui tentar reproduzir, e ficou bem parecida! A massa amanteigada, macia, o recheio azedinho de maçã com canela e um toque de limão conquistam o coração na primeira garfada – no café eles servem com chantilly ou sorvete e eu aconselho a fazer o mesmo em casa, apesar da torta ser uma delícia mesmo sem esses adendos.

A massa fica meio molenga mesmo, mas não precisa ter medo porque ela se auto conserta no forno e no fim funciona tá?

Torta da Vó Holandesa – inspirada na receita de Dorie Greenspan da torta bolo da avó russa

Rende 1 torta pequena

  • 113g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 125g de açúcar refinado
  • 1 ovo
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 colher de chá de fermento
  • Pitada de sal
  • Suco de meio limão siciliano
  • 230g de farinha de trigo

Recheio

  • 3 a 4 maçãs sem casca, miolo e cortadas em fatias ou cubos grandes (gala ou granny smith)
  • 3 colheres de sopa de açúcar refinado
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • Suco de meio limão siciliano

Unte com manteiga uma forma de bolo alta de 15cm de fundo removível ou uma forma de torta de laterais mais baixas de 20cm.

Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até ficar cremoso. Junte o ovo e a baunilha e bata até incorporar, mais uns 2 minutos. Junte o suco de limão e bata em velocidade baixa, na sequência o fermento e misture para incorporar. Junte a farinha de trigo aos poucos e bata na velocidade baixa até ficar uma massa mole porém que forma uma bola. Divida em duas partes, forme em discos, embale em plástico e deixe gelar por 1 hora.

Na hora de assar, pré-aqueça o forno a 190 graus.

Misture bem os ingredientes do recheio de maçãs numa tigela.

Abra uma das metades da massa não muito fina com um rolo sobre uma superficia enfarinhada e forre a forma. Abra a outra metade da massa e cubra as maçãs, apertando as beiradas pra colar o fundo e tampa da torta. Se rasgar não tem problema, vá emendando tudo que dá certo. Pincele com um pouco de água e polvilhe açúcar por cima. Asse por mais ou menos 50 minutos, até a massa estar bem douradinha. Deixe a torta descansar por pelo menos 4 horas antes de servir.

Cobertura de Chocolate para Bolos + uma lista do que não pode faltar na sua cozinha

Das receitas que eu tenho postado lá no Instagram essa é um dos maiores hits – uma cobertura de chocolate tipo ganache, bem coringa, que não fica dura nem seca, dá ponto de bico e é brilhante e cremosa – um verdadeiro sonho para trabalhar e que deixa qualquer bolo lindo!

Aproveitando a deixa, vim contar pra vocês que publiquei um artigo muito legal no portal mybest com uma lista dos 10 utensílios/produtos que, na minha opinião, não podem faltar na cozinha de um confeiteiro ou confeiteira – muitos dos itens eu utilizei na receita dessa cobertura, então corre lá pra ver quais foram clicando nesse link.

Cobertura de Chocolate (tipo ganache)

  • 300g de chocolate meio amargo picado
  • 300g de chocolate ao leite picado
  • 300g de creme de leite de lata com soro, temperatura ambiente
  • 1 colher de chá de glucose (pode ser da branca ou amarela)

Aqueça os dois chocolates no microondas em intervalos de 30 segundos até estar quase que completamente derretido. Tire do micro e misture até derreter completamente e misture o creme de leite e glucose. Nesse momento a cobertura ainda estará muito fluida para utilizar.

Passe para uma assadeira rasa e deixe descansar por 20 minutos ou até começar a encorpar – esse é o melhor momento para utilizar a cobertura pois estará bem cremosa e brilhante.

Dica: só comece a fazer a cobertura quando o bolo já estiver montado e recheado!

Bolo de Leite Quente

Esse é um bolo daqueles que a gente se engana quando vê: parece simples, a gente acha que vai ser um daqueles bolos de nada, meio sem graça. Aí a gente sente a textura macia, prova e se impressiona com o sabor e a umidade.

Pra fazer naqueles dias em que a gente está cansada de surpresas ruins, precisando de um abraço reconfortante e de uma surpresa boa pra variar.

Bolo de Leite Quente

adaptada do site King Arthur Flour

  • 240g de farinha de trigo
  • 2 colheres de chá de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara de leite (240ml)
  • 50g de manteiga sem sal
  • 2 colheres de chá de extrato ou essência de baunilha
  • 4 ovos
  • 350g de açúcar refinado
  • 60g de óleo vegetal (canola ou girassol)

Unte uma forma retangular de 20X30cm com manteiga e farinha de trigo. Preaqueça o forno a 170 graus.

Numa panelinha aqueça o leite e a manteiga até derreter. Desligue o fogo, adicione a baunilha e reserve.

Peneire num bowl a farinha, fermento e sal. Na batedeira, bata os ovos e o açúcar até triplicar de volume e ficar bem claro e fofo. Continue batendo e adicione o óleo em fio, como se fosse maionese. Baixe a velocidade e adicione a mistura de farinha aos poucos, misturando somente até ficar homogêneo. Com a batedeira no mínimo junte o leite quente devagar e bata somente até misturar tudo.

Passe para a forma preparada e asse até dourar e passar no teste do palito (mais ou menos 35 minutos).

Deixe esfriar bem antes de cortar em quadrados – a massa murcha um pouco enquanto esfria.

Panquecas Americanas

pancakes

 

Aqui em casa a gente AMA panquecas! Quando temos tempo para um café da manhã mais demorado ou quando tem visita essa é a receitinha que eu corro pra fazer.

Esse tipo de panqueca é aquela americana – que fica alta, fofinha e leve, não muito doce, perfeita pra gente jogar aquela quantidade absurda de xarope de bordo, mel ou caldinha de frutas!

 

Panquecas Americanas

  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 2 colheres de chá de fermento
  • 1 xícara de leite
  • 2 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 1 ovo
  • Gotinhas de extrato de baunilha

 

Numa tigela pequena misture todos os ingredientes secos e reserve. Num bowl maior misture o leite, manteiga, ovo e baunilha. Junte os secos de uma vez e misture somente até os ingredientes se misturarem, mas não mexa demais – não tem problema se a massa ficar empelotada. Aqueça uma chapa ou frigideira de fundo grosso, untada com manteiga ou óleo – mantenha em fogo baixo e vá cozinhando as panquecas uma por vez (faça porções de 2 colheres de sopa e espalhe um pouco com as cosas da colher para ficarem redondinhas). Quando formarem bolhas na massa e algumas começarem a estourar pode virar para cozinhar o outro lado – um minuto de cada lado mais ou menos. Sirva imediatamente.

1 2 26
%d blogueiros gostam disto: