Sobre crianças e festas de aniversário – pão folhado de açúcar e canela

Está chegando o aniversário da minha filha. Como a menininha já está completando 4 anos, a festa está gerando enorme expectativa pra ela, e enorme confusão mental pra mim.

Porque, vocês vejam bem, quando eu era criança as festas eram todas iguais: a mãe fazia uns sanduichinhos de patê de atum no pão de forma, geralmente cortado em singelos triângulos, enrolava uns brigadeiros e beijinhos, pendurava umas bexigas na parede e fazia um gostoso bolo caseiro, enfeitado com cerejas e velinhas. E servia ki-suco.

Quando a coisa era LUXO, rolavam umas barquinhas de maionese, empadinhas e guaraná caçulinha, podendo também a mãe ter a boa vontade de fazer gelatinas coloridas em copinhos de plásticos de café, e uma decoração ou da turma da Mônica, ou do Mickey.

Mas eu tô velha, muitos anos se passaram, e o mundo mudou – Mônica e Mickey deram lugar a mais ou menos quatrocentos zilhões de personagens infantis, o que resulta no meu atual problema: a menina muda de idéia sobre a festa de três quatro vezes ao dia.

Já passamos por Galinha Pintadinha, Minnie, Aristogatas, Barbie (me recuso), 4 princesas diferentes, Toy Story, 10 desenhos do Discovery Kids outros tantos personagens totalmente obscuros que eu não tenho a menor idéia de quem sejam.

E ontem dei um ultimato, tipo, e aí, filhinha, vamos escolher logo as coisas do seu aniversário? Precisamos providenciar os convites, chapeuzinhos, etc e tal. Ela me olhou tranquilamente e explicou: quero uma festa das barbies princesas bailarinas que voam como fadas. E agora, Brasil? Devo embarcar nessa incrível aventura oligofrênica?

Prevendo a trabalheira que me aguarda, fiz esse pãozinho, que não requer prática nem tampouco habilidade e fica lindo e  delicioso como as festas de antigamente.

Pão Folhado de Açúcar e Canela (do blog Joy the Baker) – rende 1 unidade grande

Para a massa

  • 2 3/4 xícaras (385g) de farinha de trigo
  • 1/4 xícara (50g) de açúcar
  • 2 1/4 colheres de chá de fermento biológico instantâneo (aquele que vem granulado, no saquinho)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 60g de manteiga sem sal
  • 1/3 xícara de leite
  • 1/4 xícara de água
  • 2 ovos, levemente batidos

Para o recheio:

  • 1 xícara de açúcar cristal fino (ou açúcar refinado)
  • 2 colheres de chá de canela em pó
  • 60g de manteiga sem sal

Numa tigela grande, misture 2 xícaras (280g) da farinha de trigo, o açúcar, o fermento e o sal.

Derreta a manteiga com o leite, numa panelinha ou no microondas. Misture a água fria e deixe amornar.

Junte a mistura de manteiga, leite e água à farinha e misture com uma espátula. Junte os ovos e misture até incorporar. No começo parece que a coisa não vai, mas acaba indo. Junte mais 3/4 de xícara de farinha e amasse por uns bons 10 minutos. Se tiver batedeira com batedor de gancho, a chance de usar é agora, daí uns 5 minutos bastam, em velocidade baixa.

Unte levemente com óleo uma tigela limpa, forme uma bola com a massa e deixe repousar, coberto com plástico filme, por uma hora, ou até dobrar de volume. Se colocar num lugar mais quentinho ajuda.

Aperte a massa um pouco para desinflar, junte uma colher de sopa de farinha e sove mais um pouco. Numa superfície polvilhada com farinha, abra a massa com um rolo até ficar um retângulo de uns 30 X 50cm.

Faça o recheio: derreta a manteiga, pode ser no microondas. Numa tigelinha, misture o açúcar cristal e a canela.

Pincele toda a superfície do retângulo de massa com a manteiga derretida, sem economia, e polvilhe o açúcar com canela. Com uma faca afiada, corte o retângulo em seis tiras. Coloque uma tira sobre a outra, tentando não perder muito do recheio. Você vai ter uma coisa parecida com um sanduíche de 6 andares, comprido – corte esse sanduíche em 6 pedaços iguais.

Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo uma forma para pão de 22cm de comprimento. Arrume as fatias da massa umas ao lado das outras, como se fosse um livro.

Cubra com um pano e deixe descansar por mais uns 40 minutos, vai crescer bastante – enquanto isso, preaqueça o forno a 180°C.

Coloque a forma do pão sobre uma assadeira grande e asse por aproximadamente 30 minutos,ou até dourar bem. Deixe esfriar por 30 minutos e desenforme.

Anúncios

33 comentários

  1. Amiga, minha irmã passa por isso com a subrica linda e fofa toda vez…
    Agora ela faz o seguinte: até uma determinada data a subrica precisa decidir. Como o niver dela é perto do natal, se não comprar até agosto, babaus, vai ter que aceitar o que tiver…
    O lado legal é que, convenhamos, a gente se diverte um bocado ao montar as festas, né??? 😀
    Beijocas e boa sorte!!

  2. rsrsrs Amei a receita, pois amo tudo que leva canela e açúcar, mas amei mais ainda a saga do aniversário, uma delícia essas cabecinhas inventivas rs Imagina um monte de Bárbies (para quem nem queria nenhuma rs) voando sobre a mesa com roupinhas de fadas e bailarinas, ou melhor, bailarinas com asas. Mas até lá tudo se ajeita e vai ficar linda!
    Beijinhos

  3. Que delícia deve ficar esse pão! Acho que eu bem gostaria dele pra minha festinha de aniversário. 😀

    Olha, festa das barbies princesas bailarinas que voam como fadas me parece bem psicodélico, mas fofo.
    Boa sorte com essa!

  4. Flora R. diz:

    Esse pão não é a coisa mais deliciosa possível pra acompanhar um café?
    Quando fiz, deixei crescendo durante a noite pra moldar e assar de manhã.
    Sério, tão bom. 🙂

    Sobre a festinha, acho que sim, que as coisas costumavam ser mais simples
    até muito pouco tempo atrás.
    Mas vai entender, né. Provavelmente todo mundo que tem filhos (ou primos
    pequeninos, e amigos que tem filhos, etc) acaba pensando assim.
    De todo jeito, com certeza a festinha de vocês duas vai ficar uma graça!

    Beijo!

  5. Oi, dei muita risada aqui com seu post… Adorei os aniversário de antigamente,
    era isso mesmo, ki-suco e bexigas penduradas… muito legal!
    MAs olha só esse lindo e certamente delicioso páo folhado!!! Hmmmmm, maravilhoso e apetitoso… Quanto à festinha moderna, espero que vc não se descabele, porque tudo dará certo… tempos modernos… Beijos e felicidades!

  6. As festas de crianças tornaram-se quase casamentos! Acaba por ser mais um filão de consumismo descoberto pelas marcas…
    Mas o que interessa mesmo é o carinho com que vais preparar tudo e a alegria de juntar a criançada.
    Adoro este efeito da massa, faço um brioche de limão assim que fica lindo! 🙂
    Bjs

  7. marianapp diz:

    Hahahaha….adorei o post!! minhas festas de crianca eram assim como descreveu! as vezes tinha uns salgadinhos tipo coxinha, empadinha..ah outra coisa, minha mãe sempre fazia lanchinhos de cachorro quente ou carne maluca!! Que saudade dessas festas…hj em dia é tudo tão organizado, tem de ser td tão certinho, parecem mini festas de casamento…acho que prefiro as de antigamente, rs… Beijos e parabéns pela receita deve ser uma delícia!

  8. Juliana diz:

    Rsrsrs…bem vinda ao time…minha Helena completa 3 em setembro e ela também quer uma mistura de barbie, bailarina e uma princesa rosa. Esses dia ela me pediu um Ben 10 rosa…
    Obrigada por compartilhar a receita.

  9. Eu tenho uma menininha que fez 4 anos há dois meses. Com ela foram meses falando na Hello Kitty…a mamãe aqui manda fazer toda personalização e tals…ai uma semana antes ela diz que quer a PUCCA…arrã!!! Eu falei, ou a Hello, ou sem festa…..ela aceitou a Hello…e ainda disse que estava brincando comigo…arrã;;;rssss
    Dá saudades de qdo eram bebês e qquer coisinha fofa como florzinhas, corações, borboletas faziam graça..rsssss
    Beijo e boa sorte com sua gatinha!

  10. Aqui nos EUA os aniversários são totalmente sem graça: Servem, p. exemplo, bolo e sorvete e acabou. Se os pais forem, vão comer amendoim ou só Deus sabe o que. Bem mais simples até que as nossas festas de antigamente.
    Gostei muito do pão. Fica bonito. Só falta criar coragem para fazer.
    Bjs 🙂

  11. Paula,

    Sabe que eu acho que as 12 princesas bailarinas versão fadas dá uma bela festa… ninguém precisa saber que a inspiração vem de um filme da Barbie. Veja bem, cada princesa-fada com um chapéu de uma cor, tudo colorido, tons diferentes… Fiz uma festa de fada para os 4 anos da minha filha, tudo era “mágico”, bolo rosa, bolo de chocolate mas com cobertura daquele bicho de pé rosa e mais nada, limonada cor de rosa mágica, (limão e morangos) fiz colares e pulseiras de fada de miçangas, cortei umas coroinhas de papel cartão prateado ao invés de chapeu, mas dá para fazer asinhas de fada de papel também, ao invés de chapeus, tudo muito delicado. Os convites foram impressos em papel A4 colorido, cada um de uma cor, enrolados como pergaminho e amarrados com fitas, várias cores, anunciando a festa no castelo das fadas que era o salão de festas do meu prédio. A festa foi ótima, as crianças foram convidadas a virem vestidas de fadas ou princesas e estouraram balão a festa toda. A comida é tua especialidade, mas em cenário de brincadeira vira detalhe e eu acredito que quanto mais simples melhor….Limonada rosa, use também água com gas que fica tipo refrigerante (eu não sirvo refrigerante jamais), cones de pipocas,bolo e suspiros, muitos suspiros pois eu sempre fui fanática por eles…e, claro, brigadeiros pois senão não é festa de verdade. Mas comida é tua especialidade, ora pois pois…

    e para dizer que eu não falei do pão, ele ficou uma beleza… que vontade que deu de comer ele agora, mas cadê entusiasmo paa fazer pão, perdi em alguma esquina e não encontro mais…

    Beijo

  12. Simonne Guilherme diz:

    Paula, sou fa do seu blog e apesar de não ser uma cozinheira de mão cheia adoro fazer doces e come-los! Ainda bem que Deus me deu uma constitutição física menos favoravel a sobre peso, mas não posso exagerar, é claro! Adorei a receita desse pão ,eu amo coisas com acúcar e canela, hummmmm! Quase senti o cheiro!
    Festinhas: bem vinda ao clube, eu tenho um menino de 5 que passa o ano inteiro resolvendo o tema da próxima festa! Na ultima ( ultima mesmo, daqui pra frente pizza com os amigos!) ele queria misturar, Ben 10, os carrinhos, Toy Story e os trenzinhos do Thomas! No fi maceitou ficar so com o Thomas. Tem ate fotos no meu blog do bolo artistico que um amigo que não é boleiro fez pra ele! qualquer dia passa la pra ver! ( http://almadeartesa.blogspot.com) Bj grande

  13. Ciça diz:

    Boa sorte com a festinha! O pão parece delicioso!

    Só fiquei com uma super dúvida: como assim arrumar as fatias umas ao lado das outras como se fosse um livro?? Não entendi… Quero muito tentar a receita aqui em casa.

    Beijo!

  14. Eu tenho o livro onde está a receita original que leva limão siciliano – e por que ainda não fiz? POR QUE? Lesada total.
    Lindo esse pão e o post, então… Amei – mandei pruma amiga do trabalho ler, que adorou e me disse sobre a sua descrição das festinhas “Pati, é a história da minha vida”. Da minha tb, Paulitcha.
    xx

  15. Que pãozinho lindo, menina!! Será que ficou melhor que aqueles seus biscoitos? Meu marido só fala deles; ó a encrenca que vc me arranjou… hehehe… 😉
    Nem me fala em festa de criança, que o futuro que me aguarda é negro. Espero que quando chegar a vez do Thomas, os pimpolhos estejam numa fase mais caseira, como as festinhas da nossa infância. (Sonho meu…)

    Bjs!

  16. sallybr diz:

    Voce acredita que eu tinha prometido a mim mesma que faria essa receita no mes passado e mesmo tendo me dado um mes inteiro para faze-la eu nao achei tempo:?

    O seu ficou uma maravilha e agora vou ter que prometer de novo que vou fazer em agosto…

    (dedos discretamente cruzados….)

  17. Deise diz:

    Paula, , lindo este pão! deve ficar dilicia também! Quanto a festa das barbies voadoras e tal… não embarca nessa não… tira da cabeça dela!! mas pelo jeito ela mesma vai mudar tudo logo logo. bjs

  18. Oi Paula!
    Nossa deu muita vontade de fazer esse pão, parece maravilhoso.
    Outro dia fiz o Melhor Bolo de Maçã do Mundo e, realmente, ficou maravilhoso.
    Espero que você não se importe mas eu falei sobre isso no meu (ainda bebê) blog,claro que citei que tirei a receita daqui.
    Esse blog dá muita inspiração para ir para a cozinha…
    Bjoks

  19. Tays Rocha diz:

    Menina, onde estava eu que não te vi antes? rsrsrsr. Tô aqui salivando nesse pãozinho simpático, receita na fila prá teste, depois vou vasculhar o blog com mais calma. Vou te acompanhar prá não perder nada ;o)

    Beijos ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: